FANDOM


  • Note que a historia esta contada em primeira e terceira pessoa, eu tentei esse tipo de narrativa que se a semelha com a cp "Mario I hate you"

Embora Skyrim seja facil o meu jogo favorito, os Mods do jogo nunca me agradaram, modificar o jogo com coisas que o tornam engraçado ou fácil geralmente feitas por um amador nunca me agradou a ideia de mexer em um jogo ao meu ver perfeito, e isso não mudou com a experiência única que tive com um Mod chamado “Marionete Daedra”, não me admira que a steam tenha o removido da oficina em menos de um dia, a temática do mod não tem nenhuma relação com o jogo e é no minimo perturbador.

O mod tem como descrição “Aprimore seus itens Daedras” e de fato o criador modificou os itens daedras aprimorando seus atributos e aparência, sim eu admito que a arte foi otimizada, mas isso não melhora as coisas, para melhorar seus itens você deve fazer missões para um dos Deuses malignos os chamados Daedra, Após instalado o Mod inicia em uma casa em Whiterun, ao entrar você percebe que esse não é o interior da casa, e sim, um templo em culto a um dos Daedras que pela estatua não reconheci, ele te da a primeira missão, uma missão de assassinato onde você deve matar um homem a noite que esta em sua casa (o porquê não é dito) assim que você o mata sua armadura é aprimorada e ela ganha efeitos melhores, a parte vermelha fica mais bonita de forma que parece viva, como se fossem veias pulsando, e os status de armadura e encantamentos são duplicados em valor, o estranho da missão é que o homem não luta contra você, ele simplesmente corre assustado dentro de sua casa, há também uma garota e uma mulher sentados numa mesa, que possivelmente são filha e esposa do homem , mas elas não reagem enquanto você o degola, as missões continuam assim e são pelo ou menos 12 desse tipo, assassinatos em nome do Deus Daedra a pessoas que você não sabe o motivo na qual tem de morrer, variam entre homens,mulheres velhos e até uma criança, o mod faz questão de ilustrar a morte da melhor forma possivel, todas as vezes que você mata os personagens acontece aquela cena em câmera lenta onde se mata o inimigo com um golpe especial, já na ultima missão repleto de itens dados pelo Deus maligno com nomes sugestivos como “O lamento da viuva” “O clamor do esquecido” “O choro do Orfão” O Deus te da um ultimo comando, ele afirma que essa é a mais importante coisa que você tem de fazer, para completar seu objetivo para tornar-se completo e perfeito para a “aceitação”, isso já me pareceu bastante estranho até a missão iniciar, na sala do templo onde seu personagem esta surge outro personagem, mas esse por incrivel que pareça é idêntico a você na vida real, não me pergunte como, se por varredura de imagens do seu pc ou busca na internet ou qualquer coisa desse tipo, o desgraçado do criador consegue criar um avatar idêntico a você na vida real, mas com as limitações gráficas do jogo, então  a missão é “Mate você “ e aquele personagem a sua semelhança começa a fugir e gritar pelo templo, os gritos dele são piores que os dos outros personagens e o desespero é evidente, não como um personagem em um jogo, mas alguém na vida real que esta diante de um ser armadurado  semelhante ao diabo prestes a te matar, nesse momento eu já estava de saco cheio de tudo aquilo, que diabos de coisa doentia, ver aquela versão minha correndo assustado pela sala me fez pensar em todos os outros personagens que matei, eu os matei sem remorso algum, por poder, poder que o personagem sempre teve, ele enfrenta dragões, animais selvagens magos e mortos vivos, e ainda assim você (jogador) é capaz de assassinar inocentes somente para melhorar seus equipamentos, de toda forma, eu não tive coragem de fazer aquilo, eu senti que se eu fizesse eu daria fim a uma parte importante de mim, matar a mim mesmo, mesmo dentro de um jogo era abrir mão da minha sanidade, liguei o foda-se e bati na estatua do Daedra mostrando minha indignação, para minha surpresa uma barra de HP surgiu com o golpe que dei na estatua com o nome “Nicolas” que de imediato me veio a cabeça ser o nome do criador do Mod, então o personagem semelhante a mim com nome de “você” desaparece e a estatua fala com o jogador “Você... depois disso tudo não foi capaz de terminar o que começou, você não pode me destruir com o poder que te dei, você não foi capaz de quebrar a barreira, sua fraqueza sera o seu fim” depois disso, todos os itens que recebi desaparecem e o personagem começa a tomar dano de algo invisível até morrer em poucos segundos, o Mod crasha o jogo e corrompe o seu save, quando encerra a steam avisa de uma print screen tirada durante o jogo, mas eu não tirei nenhuma, ao conferir a imagem para meu espanto, é a foto de um homem sorrindo de maneira insana junto a um texto, você pode ver a imagem aqui http://imgur.com/0t94vlU , mas se não tiver coragem deixe que eu a descreva, a um texto junto da imagem que diz “Você falhou na missão principal, se tivesse ido em frente seria diferente, você não foi capaz mas muitos serão, e quando conseguirem fazer o que pedi eles se juntarão a mim”. Como eu disse o mod foi retirado da steam, como o meu save foi corrompido e o mod retirado, não me restou nada além de vários bugs que não permitiam iniciar o jogo novamente, tive que instalar tudo de novo para conseguir rodar o jogo original.

Isso que me aconteceu jogando aquele Mod, eu não sei mais informações sobre, não sei o que acontece caso você mate a si próprio, eu não sei nada sobre o autor além de supor que seu nome seja “Nicolas” ou se você ainda pode encontrar o mod em algum lugar, eu também não estou afim de saber,aquilo tudo já foi de mais pra mim, agora eu pergunto a vocês, o quão longe vocês conseguem ir seguindo uma ordem? O quão longe vocês podem ir em busca de poder?

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória