FANDOM


Olá, meu nome é Wesley. Tenho 16 anos atualmente, já contratei cerca de 3 psicologos, mas nenhum deles foi capaz de resolver meu problema. Não tenho nada á recorrer, a não ser vocês.

Eu tinha 8 anos, morava em uma casa em um bairro de classe média. Ninguém brincava na minha rua, mas eu não ligava pra isso. Mesmo meus pais não sendo ricos, eles tinham condições de manter minha família. Eu tinha um PC, um video-game, resumindo, uma vida boa.

Era uma noite de sábado, meus pais haviam saido de casa para comemorar o aniversário de casamento. Eu fiquei com meu irmão mas velho. Passava-se ás 23:36. meu irmão ainda tava no quarto jogando Cs 1.6 online, com fone. Ou seja, ele não estavá ouvindo oque eu tava fazendo no andar de baixo. Aproveitando isso, resolvi botar alguns filmes de terror, eles me proibiam de assistir.

Tudo tava bom, até a energia ir embora. Eu já tava amendrotado com o filme que assisti, então fiquei simplesmente paralisado. Foi quando ouvi um barulho, um copo quebrando, provavelmente veio da cozinha. Eu, com medo, coloquei minhas mãos nos joelhos é encostei minha costa no sofár.

"Quem está Aí?"

Foram 15 segundos de silêncio, até eu criar coragem e descidir me levantar, guiando-me com a minha mão é dando pequenos paços, eu botava a mão nos movéis, até que, para minha alegria, achei uma vela, mas eu não tinha fósforos, então tinha que ir até a cozinha para pegar. Segui a mesma estratégia que usei, ir guiando-me pelos movéis. Até que cheguei a cozinha, lembrei-me que o fósforo ficava sempre perto do pote de café. Achei rapidamente o fósforo é liguei a vela. quando ia saindo da cozinha, uma coisa fez com que meu coração parasse. Era um homem, ele era muito ALTO. Os seus braços eram finos, usava um terno preto é gravata vermelha. Tudo dele era preto, menos o seu rosto, que era totalmente branco.

Ele se aproximou de mim, eu sem reação, só esperava o pior. Foi quando ele me agarrou é começou a me enforcar. Eu fiquei desesperado, eu me rebatia loucamente, até quebrar um vaso. foi quando meu irmão veio até a cozinha.

"Wesley, tá tudo bem?"

Foi quando a luz voltou, ele vendo aquela situação, Gritou;

"EM NOME DA CAUSA, SOLTE ELE E VÁ EMBORA!"

Simplesmente, a coisa olhou para o meu irmão, é sumiu. Eu cai no chão, quase sem ar. Desde daquele dia, quando meus pais sempre saem, eu me recuso a ficar longe do meu irmão, para quando a energia for embora novamente, aquela coisa não voltar a me atacar.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória