FANDOM


Bolsa-de-couro-marrom

Em qualquer cidade, em qualquer país, vá para qualquer instituição mental ou casa de repouso que você possa entrar. Quando você chegar à recepção, peça para visitar alguém que se chama "O Portador da Agonia". Os olhos da balconista irão se arregalar em surpresa, como se ela não soubesse do que você está falando. Ela vai exitar por um momento, mas logo ela irá franzir a testa, em um semblante pensativo. Ela irá tremer, virar, e se recusar. Mas você deve perguntar de novo, e continuar pedindo em uma voz calma e suave, mesmo que ela chore e grite. Eventualmente, a vida vai deixar os seus olhos, e ela irá levá-lo, a passos pesados, até uma sala sem número aparente no final do corredor.

A balconista vai abrir a porta para você. Quando você passar para entrar na sala escura, ela te dará um chute nas costas, arremessando-o para dentro do quarto. Faça o que fizer, não pare ou vire ao passar da atendente. Por favor, confie em mim sobre isso.

A sala vai cheirar como uma ala hospitalar. Você não será capaz de ver muita coisa, até que a porta pela qual você entrou abra, e a cinza luz de fora ilumine uma figura magra encapuzada entrando na sala. Quando a porta se fechar, vai ser ainda mais escura do que antes.

Imediatamente, você vai sentir que a figura encapuzada está te prensando na parede. Seus membros ossudos vão espetar as suas costelas e o seu estômago. Logo ele dirá "Eu conheço você". Sua voz vai ecoar por todo o seu corpo, e fará você sentir todo tipo de desconforto - como a sensação de estar sendo observado, sendo molestado, pé dormente, tontura, enjoô, impaciência-. Fique totalmente imóvel. Não faça nenhum som, a não ser a pergunta: "Por que eles estão agonizando?"

Ele vai responder, em seu silvo angustiante: "Eu vou te segurar aqui por todo o tempo, e todas as noites, vou mutilar você, te estuprar e assassinar você". Você não terá tempo para se preparar ou para pensar, e, especialmente, não há tempo para se mover, antes de você se sentir o impulso de uma lâmina irrelugar atravessando o seu corpo. Você vai sentir a superfície áspera contra seus órgãos. Não se mexa. Não fale. Não grite.

A voz vai continuar. "Eu vou matar tudo o que você ama, e fazê-los ver o seu rosto como o seu assassino. Vou estragar tudo o que você achar bonito. Vou perverter sua mente até que você esteja tão louco e grotesco como o resto de nós". Ela não vai parar, mesmo quando fogo, lanças ácidas passarem através de seus nervos, nem mesmo quando a lâmina se remexer em seu intestino. A dor vai parar a sua respiração e, talvez, o seu coração, mas você deve permanecer perfeitamente imóvel. Mais das lâminas irão perfurar seu corpo, em lugares macios, em lugares impossíveis, e a voz continuará sibilando seus votos mortais, suas torturas barrocas que se tornam tão criativamente desumanas e meticulosamente sem alma que você estará em perigo de perder sua mente.

A calma é a sua única defesa. Se você se move, as lâminas crescerão de número. De um a cinco a trinta a cem ou mil, se você fosse ter chance de contar. Todas vão arrancar em todas as direções, enquanto forçam cada pedaço de sua carne e nervos a ficar consciente da dor e consciente de como eles são separados uma vez, outra e outra vez... Fique parado, assim como todo o seu corpo está arruinado pela agonia que não poderia existir; Você estará desejando um alívio de picadas de cobra em seus olhos e lâminas de barbear em seus nervos.

Você deve ouvir a voz com cuidado, que, eventualmente, dirá uma dessas duas coisas:

Se ele disser: "Esta glória é reservado apenas para aqueles que merecem-na", então eu posso oferecer apenas as minhas condolências. Seu sofrimento eterno será tão insanamente horrível que qualquer pessoa na Terra que já viu seu rosto ou ouviu seu nome terá pesadelos de sua agonia, mesmo depois de terem passado para a pós-vida no Céu ou Inferno. Sua alma será uma casca desperdiçada.

Se ele diz: "Toda a sua existência para sempre será intocável por esta agonia", você deve responder, com rapidez e confiança: "A agonia de todos nos enche até que eles parem de doer". A cada segundo que você levar para reunir a sua resposta através da inacreditável névoa de dor, você irá sofrer a partir de outra agonia única e infalível para o resto de sua vida. Se você não puder falar, você nunca vai saber de um outro momento na sua vida sem tortura, e cada dia você vai considerar a dor do dia anterior para ser o "cócegas de uma pena".

Se você responder corretamente, tudo vai parar - a dor, o sussurro - e você vai sentir a figura, que estava pressionada contra você, desintegrando-se no nada. Levante a capa e você vai encontrar uma bolsa de couro. Abra-a apenas se você quer saber como o mundo seria dilacerado por uma praga que não perdoaria nem mesmo o inferno.


Esse agonizante pó é o 65º Objeto de 538. "Não fuja, ou você nunca saberá".

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória