FANDOM


Gumball

"Eu sempre amei o canal Cartoon Network, Quando eu estava crescendo era o canal que eu mais gostava de assistir. Ainda hoje em dia ele tem alguns shows bons, como 'Hora de aventura' e 'Apenas um Show'. Um dos desenhos mais recentes do canal, 'O incrível mundo de Gumball', é um show bonito e levemente divertido. Realmente não é minha 'xícara de chá' , é um pouco imaturo, mas meu irmãozinho parece gostar muito. Um dia eu estava assistindo 'Adult Swim', quando eu percebi que já estava acordada até tão tarde que nem me dei conta das horas, já eram 04:00 da manhã. Não me lembro de alguma vez assistir AS até tão tarde, então fiquei acordada pra ver o que acontecia quando o programa acabava. Um pequeno 'Bumper' (nota: Bumpers são aquelas pequenas animações que os canais exibem durante os comerciais) apareceu na parte inferior da tela, durante um intervalo comercial, dizendo que um episódio especial de 'O Incrível Mundo de Gumball' estava prestes a começar. Eu fiquei um pouco confusa, porque um episódio novo de um show tão popular iria estrear tão cedo, mas eu estava entediada então decidi que iria assistir, pensando que no final do dia eles reprisariam e eu poderia estragar a surpresa para meu irmão. A abertura chamativa e energética começou, apesar de ter sido um pouco diferente do que eu me lembrava. A música era um pouco diferente, e o logo do show não era animado, era apenas feito de cores paradas, quase como algo que uma criança faria no MS Paint. Eu ignorei, supondo que tivesse sido feito assim apenas para esse episódio especial. O título do episódio era "O Luto", título meio triste, mas eu realmente não prestei muita atenção.  Tudo começou com Gumball, o protagonista da série de 12 anos, sozinho de frente para um canto da sua sala de aula pouco iluminada. Ele parecia absolutamente miserável, muito longe do comportamento alegre que ele geralmente tinha. Não havia mais ninguém na sala, nem mesmo seu melhor amigo e irmão adotivo Darwin o peixinho, as janelas da sala mostravam claramente um céu noturno lá fora. Eu estava realmente começando a ficar confusa, por que ele estaria na escola à noite? E por que ele estava de pé no canto, todo triste e sozinho? Depois do que parecia um minuto apenas de Gumball em pé sobriamente no canto, a cena mudou de repente. Estávamos na casa de Gumball, mas uma vez a cena é silenciosa e um pouco inquietante. Ricardo, de enorme coelho pai de Gumball, entra na cozinha, ele parecia ainda mais miserável que Gumball na cena anterior. Ricardo não estava usando suas roupas de costume, ele estava vestindo um terno preto e elegante, um pouco incomum para ele, que geralmente é um pateta. Ele suspira, senta no sofá e começa a soluçar intensamente, soando como alguém que acabara de perder algo importante. Eu estava começando a ficar um pouco assustada, onde estava o desenho animado, divertido e bobo que eu costumava ficar ansiosa para assistir com meu irmão mais novo?  Isso era algo completamente diferente. Eu estava começando a pensar que talvez pudesse ter sido algo que os criadores fizeram apenas como um experimento ou algo do tipo, um teste de animação ou som, talvez. Porém não poderia ser, pois além do tema de abertura, que estava diferente dos outros shows, o episódio estava muito mais silencioso do que normalmente era, apenas sons sutis e um pouco de música. E a animação também não era muito boa. Era como uma animação animada em Flash do Newgrounds, e o design dos personagens era um pouco desleixado e parecia feito as pressas, e os fundos reais usados no show estavam um pouco diferentes.  Confusa e assustada como eu estava, por algum motivo, decidi continuar assistindo. O pobre Ricardo ainda estava chorando no sofá, quando a porta da frente abriu de repente, fazendo-me saltar de susto com o ruído, e Nicole, a mãe de Gumball, uma gata azul assim como ele, entrou e chegou perto de Richard, ela também não estava usando suas roupas de costume, por algum motivo, ela estava com um vestido preto e usava um chapéu preto para combinar. Nicole sentou no sofá para confortar seu marido, embora ela também parecesse triste. Nesse momento o choro de Richard começou a soar mais triste e miserável, não era como um choro normal de personagens no show, era um choro realista e quase deprimente, eu quase me senti como se estivesse soluçando também.  Finalmente, depois do que pareciam ser horas, a cena triste na casa deles acabou e mudou de volta para a escola.  Nós não estávamos mais na sala de aula de Gumball, dessa vez estávamos no escritório do diretor Brown. Nicole e Ricardo estavam lá, com suas roupas de costume, parecendo mais normais e felizes do que na cena anterior, mas ainda assim um pouco preocupados. O diretor Brown no entanto parecia muito triste. Ele calmamente e sobriamente informou que seus filhos, Anaís e Darwin, não estavam presentes depois do almoço naquele dia. Eles não haviam sido vistos em todo o resto do dia também. Nicole imediatamente ficou furiosa com ele, começou a dizer vários insultos e nomes que eu nem mesmo acho que poderiam ser ditos em um desenho mais maduro, como 'Apenas um Show'. Eu comecei a rir disso, porque era meio engraçado ver Nicole se transformar dessa maneira e começar a praguejar como um marinheiro em um desenho animado para um público infantil. Mas minha visão logo mudou, quando diretor Brown lhe disse uma outra coisa assim que ela se acalmou.  Seus olhos começaram a encher de lágrimas, quando ele os informou que eles eventualmente haviam sido encontrados,  mas não com vida. Ele então começou a descrever com detalhes quase nauseantes de como seus corpos haviam sido encontrados, seus pais estavam sentados em estado de choque total. Eu mal podia acreditar no que estava acontecendo, como poderia um alegre e divertido show para crianças ter tal reviravolta tão escura e distorcida? Eu pensei em desligar a televisão, mas eu estava agora com muito medo de ser deixada sozinha no escuro, quase congelada pelo medo e intensamente perturbada pelas coisas terríveis que ele estava dizendo. Outro flash back. A cena agora era mais cedo naquele dia, e a animação dessa cena era ainda pior do que antes. Não me lembro muito claramente, mas acho que ele começou sua recordação, dizendo que a escola havia chamado a polícia quando perceberam que as crianças faltaram, achando que eles simplesmente haviam fugido ou decidido não ir à escola. Disseram que era muito incomum para Darwin e Anaís faltarem a escola, como delinquentes. Darwin era um pouco ingênuo, mas era um bom garoto e nem sequer sonharia em fazer algo assim, e Anaís era ainda menos provável pensar em fugir, ela era uma estudante nota 'A', apesar de ter apenas 4 anos. O que deixou a polícia um pouco mais incomodada, visto que uma indefesa garotinha de 4 anos estava desaparecida, assim como um garoto um pouco mais velho. A escola havia sido cuidadosamente verificada, então a polícia começou a verificar a área densamente arborizada fora da escola. Demorou pouco tempo para a polícia descobrir o horrível destino de Anaís. Em uma pequena clareira fora da escola a cabeça de Anaís foi encontrada em uma pequena caixa. Você provavelmente esperaria ver algo desenhado no estilo normal do show, mas não era assim. Sangue realista cobria a caixa, dentro e fora, enquanto a cabeça de Anaís era desenhada no estilo normal, mas estava ensopada em sangue e outros fluidos, todos aparentemente dela. Havia um bilhete na caixa, escrito com seu sangue. Não foi afirmado durante o episódio o que exatamente estava escrito, mas, aparentemente, levava aos restos extremamente mutilados de Darwin. O que mais me lembro nessa cena, era como tudo parecia fora do lugar. Todo o sangue e fluidos de Darwin, e o corpo abatido e desmembrado de Anaís foram feitos de uma forma muito realista e perturbadora. Parecia que a cena tinha sido feita por um profissional tirando uma fotografia da cena do crime, não um desenho animado. A forma como essa cena foi animada era diferente de todo o resto do show. Você deve saber que os personagens dessa série são feitos de uma forma diferente de animação,  misturando animação em flash com computação gráfica, e eu acho que há também um personagem feito por alguém colocando seu queixo de cabeça para baixo e fazendo uma carinha. Essa cena em particular não era como qualquer coisa que eu já havia visto no show antes, cada detalhe no rosto do personagem Darwin foi claramente desenhado, ele parecia um pouco com um zumbi, seu rosto estava muito pálido e seus olhos tinham sido arrancados por alguém. Anaís não estava melhor, ou, o que tinha sobrado dela. Ela estava nua e seu estômago havia sido aberto, seus intestinos estavam espalhados ao redor das árvores e arbustos na mata, feitos mais uma vez de forma mórbida e muito realista. Eu estava me sentindo muito mal no momento em que este flash-back incrivelmente perturbador havia acabado, então eu rapidamente corri para o banheiro para vomitar. Eu me senti melhor depois, então percebi que eu tinha um bom 'timing' e havia corrido para o banheiro durante um comercial. Foi então que eu reparei que o Show teve o dobro de tempo do que um episódio normal, geralmente cerca de 11 minutos, mas esse episódio teve quase meia hora. Até então eu estava me perguntando se tinha alguma informação sobre "O Luto" no IMDB ou algo assim, por isso, enquanto ainda estava nos comerciais, eu procurei por informações no Google. Não havia nada. Nenhuma informação remotamente parecida com o roteiro ou o nome deste episódio existia em algum lugar.  Agora, incrivelmente assustada e querendo saber se mais alguém estava assistindo, eu rapidamente liguei para meu irmão mais velho Larry e pedi para que ele ligasse no Cartoon Network, para ver se ele estava vendo a mesma merda que eu estava. Ele ficou um pouco bravo por eu te-lo acordado à essa hora, mas ele era um cara legal e disse que iria ver para mim. Agradeci e fiquei na linha, quando o seriado voltou do intervalo comercial. A cena felizmente tinha mudado para longe da visão terrível das crianças mutiladas e estava de volta ao escritório do diretor. Perguntei a Larry se ele via algum animal de desenho falando ou chorando, uma vez que era isso que estava acontecendo na minha TV. Para minha surpresa, ele disse que não via nada disso, mas sim uma reprise de um velho episódio de Looney Tunes. Em estado de choque, eu deixei o telefone cair e corri para a TV para desligá-la, mas por mais que eu apertasse o botão nada acontecia. Eu tentei apertar todos os botões, mas nenhum deles fazia nada. Eu tentei tirar da tomada, mas nada funcionava, a TV continuava assim, não importando oque eu fizesse. Larry havia desligado, achando que eu estava fazendo uma pegadinha ou algo do tipo, eu acho, eu estava sozinha mais uma vez. Minha porta tinha sido trancada pelo lado de fora de alguma forma, e a porta do meu banheiro estava trancada também. Parecia que eu não tinha escolha a não ser chamar a polícia, pois minha família estava fora aquela noite, essa era a razão pela qual eu pude ter ficado acordada até tão tarde assistindo Adult Swim, em primeiro lugar.  Quando eu apressadamente disquei o número, eu sem querer deixei cair meu celular em meu copo de Pepsi. Fiquei muito assustada, e não tinha escolha a não ser terminar o episódio. Liguei todas as luzes do meu quarto e fiquei embaixo dos cobertores, escondendo-me assim como meu irmãozinho faz quando eu o obrigo a assistir filme de terror comigo. Eu havia aparentemente perdido um pouco, mas os pais de Gumball ainda estavam falando com o diretor. Nicole estava perguntando-lhe se Gumball estava bem, já que ela não tinha lembrado dele quando diretor Brown lhe disse o que havia acontecido com Darwin e Anaís. Ele ficou um pouco confuso e chocado por um momento, e explicou-lhe que achou que Gumball estava doente hoje e passou o dia em casa sozinho com dor no estômago. Nicole gritou e gemeu, enquanto Richard calmamente lhe disse, em um tom de voz diferente do personagem, que eles achavam que Gumball tinha entrado no ônibus essa manhã, mas não parecia que tinha sido assim. A polícia foi chamada novamente, para fazer uma busca no edifício e na pequena floresta fora de Elmore Junior High. Haviam encontrado ele na sala de aula da senhorita Simian, pendurado por uma corda, com uma faca coberta de sangue atrás dele e sangue em sua roupa. O episódio terminou com a imagem do cadáver de Gumball pendurado no canto, enquanto tudo ia escurecendo para preto. Os créditos rolaram em silêncio, não como a tradicional maneira irritante do Cartoon Network, que coloca um comercial espremendo metade da tela, esses créditos rolaram invulgarmente lentos, e eles não eram divertidos de assistir também. Eram um pouco assustador, apenas simples texto branco rolando sobre fundo preto. Eu só reconheci o nome de Ben Bocquelet, que era o criador do Show, o resto eram pessoas que eu nunca tinha ouvido falar. O aviso de copyright no final dizia: © Cartoon Network Studios, 2001. Oque era incrivelmente estranho, já que o show era novo de 2011. Depois que tudo acabou, a tela ficou estática por uma fração de segundo, durante o qual alguns videoclipes incrivelmente assustadores e chocantes foram mostrados entre os intervalos da estática. Eu ainda posso lembrar de todos eles claramente. O primeiro foi uma foto de uma pessoa com roupa de 'Plague Doctor' aqueles que por alguma razão sempre me assustaram, e a maneira como a pessoa com a roupa foi filmada era muito ruim, uma luz vermelha brilhava sobre o clipe, algo que me deixou ainda mais assustada. O próximo parecia ser um vídeo sendo executado bem rápido várias vezes, sobre o rosto de um gatinho sendo esmagada por uma mulher de salto alto, oque era estranho, porque um 'amigo' meu me mandou uma foto ontem de um gato sendo pisado e morto, semelhante ao gatinho do vídeo. O último foi oque me perturbou mais, e me fez querer chorar e vomitar minhas tripas para fora, era meu irmão mais novo, ou pelo menos uma criança pequena muito parecida com ele, levando um tiro no rosto de uma pessoa que parecia meu pai. Você podia ver claramente o cérebro da criança e respingos de sangue na parede. Comecei a chorar incontrolavelmente depois que o clipe traumatizando acabou, tanto que eu desmaiei.  Quando acordei, minha porta estava destrancada e minha televisão desligada. Fui chamar a polícia no telefone da minha cozinha, e relatei que tinha visto algumas coisas muito perturbadoras na TV e que as minhas portas estavam trancadas. Quando eles chegaram, eles não podiam encontrar nada parecido com oque me lembrei de manhã cedo. Meu histórico de internet havia sido apagado, eles ficaram com raiva de mim e disseram que eu apenas havia tido um pesadelo, enquanto eu tinha certeza que não era. Felizmente um dos policiais se sentiu mal por mim e me levou para um pequeno restaurante para que eu pudesse relembrar meus pensamentos.


No restaurante, lembrei-me de que minha família estava visitando minha tia, e eles deveriam estar de volta ao meio dia. Já era onze. Eu e o policial voltamos, apenas para encontrar um pelotão inteiro de carros de polícia e até mesmo alguns agentes do governo em minha casa. Eles explicaram-me que meu irmão havia sumido e que minha mãe e meu pai eram principais suspeitos. Eu estava pirando, e tentei dizer-lhes sobre o clipe perturbador do menino parecido com meu irmão sendo baleado na cabeça, mas ninguém quis me ouvir. Fiquei com meu irmão mais velho, Larry, que não iria acreditar em mim também, pois continuava a insistir que tudo que vi foi apenas um velho cartoon dos Looney Tunes, e nada assustador ou estranho.  Os policiais, eventualmente, me disseram que entrariam em contato com a Turner Broadcasting e lhe diriam sobre o incidente. 

Um representando da Turner Broadcasting veio para a casa do meu primo para falar comigo em privado, sobre oque eu tinha visto e experimentado naquela noite. Ele foi muito gentil. Depois de eu contar tudo oque eu lembrei, ele concordou em reproduzir a programação daquele dia, a partir da hora em que o episodio perturbador de Gumball tivesse sido exibido. Para minha surpresa, tudo que foi ao ar naquela noite era apenas um velho cartoon dos Looney Tunes, nada mais, nada menos. Eu soluçava e gritava histericamente que eu tinha experimentado e visto era completamente real, mas ninguém ouviu. Eventualmente, eu descobri que Ben Bocquelet tinha uma conta no Twitter, então eu mandei uma mensagem sobre o episódio e esta foi a resposta que recebi:

'Uma coisa, como diabos você achou isso? Eu nunca, nunca, NUNCA queria relembrar dessa antiga vergonha novamente. Não diga a ninguém isso, Sarah (sim, esse é meu nome), mas O incrível mundo de Gumball vai mais longe do que você sabe. Eu costumava ter um trabalho muito chato na adolescência, quando esbocei alguns desenhos dos Wattersons e seus amigos. O episódio que você viu nunca deveria ser visto por ninguém, a não ser eu e alguns amigos meus. Foi uma coisa muito ruim de fazer, mas fizemos o episódio como uma brincadeira. Um cara do meu antigo emprego, que todo mundo odiava, tinha perdido um filho por um Serial Killer louco, que aparentemente ainda está solto em algum lugar. De qualquer forma, nós o fizemos para que pudéssemos tirar sarro de como ele chegava normalmente ao trabalho, chorando como um tolo. E é por isso que você viu o Sr. e a Sra. Watterson chorando muito no episódio. Eu sei, eu estou profundamente arrependido do que fiz, e é por isso que tentei enterrar essa coisa estúpida anos atrás. Literalmente, eu sai para o campo com meus amigos, cavei um buraco e enterrei. 

Oque eu não entendo, porém, é como você descreveu o sangue, tripas e outras coisas. Nós não fizemos qualquer cena com com os órgãos de Anais e Darwin sendo encontrados, tudo oque acontecia no episódio era que os pais são informados das crianças sendo encontradas mortas, e eles gritando como loucos. Nós nem sequer desenhamos nada parecido com isso no episódio, não somos tão doentes assim.

Agora, esta é minha teoria: o lunático que matou o filho do homem encontrou a fita que havíamos enterrado, assistiu e pesadamente editou. Então ele hackeou a estação de TV local perto de ****** (eu bloqueei o nome da minha cidade, eu estou paranoica o suficiente, e é uma cidade pequena) de alguma forma e colocou o episódio no ar em sua estação de rede local de desenhos animados. Agora, porque seu irmão não podia vê-lo, não tenho ideia, porque parece que você é a unica que viu, não tenho ideia. Desculpe, mas eu simplesmente não sei.

Agora, a explicação que você estava esperando para os clipes finais. Eu não sei. NÃO SEI. Estou profundamente triste, do fundo do meu coração, mas eu não sei porque esses clipes foram ao ar, eu apenas não sei. Sinto muito, eu realmente sinto, mas eu e meus companheiros apenas fizemos aquelas cenas com Richard e Nicole chorando, é isso. Sinto muito Sarah, estou tão profundamente arrependido. Desejo tudo de bom, Ben Bocquelet e todos os envolvidos com O Luto'"

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.