FANDOM


267px-Brasil-Norte

Você pode achar esse texto jornalístico demais, mas eu não tenho outra maneira de expô-lo a você, portanto espero que entenda. Trata-se de uma estranho caso que tem acontecido na Amazônia brasileira, especialmente nos estados do Amazonas e Pará. Uma onda de sequestros tem acometido as pequenas comunidades que vivem no meio da floresta, e ninguém tem uma explicação para o caso ainda. Creio que será melhor fazer este texto expondo a ordem cronológica dos acontecimentos (e algumas considerações feitas por mim, como de costume).

Você não verá esse caso na mídia, ou em sites como UOL ou Terra, isso eu descobri enquanto explorava a "deep web" (eu aconselho a você não fazer isso, muitos sites tem vírus e/ou pornografia). Por isso, não posso confirmar se isso é verdade ou não, mas posso dizer que esta "matéria" eu achei em vários sites lusófonos. Como eu havia dito, este texto será dividio em uma ordem cronológica, para facilitar o entendimento.

8 de Setembro, 2011 [1]

Foi o primeiro caso de sequestro motivado pelo que mais tarde seria conhecido como o "fantasma da amazônia". Claro que, sendo o primeiro sequestro, ninguém imaginava que viria uma onda de crimes por aí, então este não foi um seuquestro (por falta de termo melhor) "especial". Uma menina de 15 anos desapareceu no caminho que fazia para a escola. Segundo os pais, ela fazia esse caminho todo dia, e não tinha perigo pois a escola era relativamente perto de casa, além de ser uma cidade bastante pequena (você verá que todos os sequestros ocorreram em cidades pequenas, "Bem" pequenas, localizadas no meio do Amazonas e do Pará).

A polícia organizou equipes de busca pela cidade, mas o corpo da menina nunca foi achado. Até hoje este caso se mantem em aberto. Há indícios, porém bastante duvidosos, de que essa menina foi avistada vagando por outras cidades da região. Mesmo assim, tais alegações nunca foram comprovadas, aparentemente a polícia já arquivou o caso ou deu ele como não-resolvido.

17 de Setembro, 2011 [2]

Na mesma cidade, mais duas meninas, irmãs de 9 e 4 anos, desapareceram de sua casa na madrugada do dia 16 para o 17. Na mesma noite, algumas testeunhas dizem ter visto uma estranha movimentação perto de uma fábrica abandonada (em alguns sites, afirma-se que é uma velha mina de garimpo, ou até mesmo uma fazenda).

28 de Setembro, 2011 [3]

O corpo da menina mais velha foi encontrado perto de um riacho que era frequentado por garimpeiros no passado. A polícia não deu muitas informações, mas boatos dizem que o corpo foi encontrado desfigurado, os olhos estavam saltados para fora, e apresentava sinais de estupro. Dentro da garganta, foi encontrado saco plástico, provavelmente para asfixiar a menina. Ao lado do corpo também foi encontrado uma pedra ensanguentada.

29 de Setembro, 2011 [4]

Mais um sequestro, dessa vez um garoto de 6 anos, que fora sequestrado de dia. Ele provavelmente foi sequestrado por volta das 13:00 horas, e seu corpo foi encontrado na madrugada do dia seguinte, próximo a uma capela. Ele também estava desfigurado, e com indícios de que foi violentado, mas não foi encontrado nenhum material estranho em sua garganta.

3 de Outubro, 2011 [5]

A polícia arquiva o caso da menina de 4 anos, e aborta a procura pelo seu corpo. A população da cidade fica indignada e vandaliza o único posto policial da cidade. 15 pessoas foram presas, acusadas de atentado contra patrimônio do Estado (eu acho) e por atos de vandalismo. Entre essas pessoas, estavam o pai e dois tios da criança. Aparentemente três oficiais foram agredidos pela população, um foi deixado um em estado grave. Ele teve que ser transferido para o hospital de Manaus, pois a miserável clínica da cidade não poderia tratar dos ferimentos dele. Os outros dois policiais sofreram apenas ferimentos leves, e passam bem.

5 de Outubro, 2011  [6]

Neste dia, a filha de um dos policiais agredidos é sequestrada. Seu corpo nunca foi encontrado. O caso foi mantido em profundo sigilo pela polícia local, por isso não há muitas observações sobre ele.

8 de Outubro, 2011 [7]

A mãe da menina sequestrada 3 dias antes (esposa do oficial) foi encontrada morta em sua casa. Nada havia sido roubado, e não havia sinais de arrombamento. É provável que o assassino fosse o mesmo sequestrador. Também é bem provável que ele tenha deixado algumas pistas, mas a polícia local não teria acesso à tecnologia forense de ponta, para estudar a cena do crime (diz-se que nem sequer eles tem viatura; convenhamos, pelo tamanho da cidade, isso não seria necessário). O marido da vítima suicidaria alguns dias depois, deixando uma carta em que dizia "não conseguir viver, vendo tudo que ele mais ama sendo tirado dele com tanta violência e frieza".

14 de Outubro, 2011 [8]

Três crianças sumiram na pequena creche da cidade. A população exigiu respostas das autoridades e da diretoria da escola, que afirmou que tomava todas as medidas de segurança necessárias. A diretoria também responsabilizou a polícia pelo sequestro, afirmando que ela estaria despreparada, e era incapaz de exercer sua função.

27 de Outubro, 2011 [9]

Mais duas crianças são sequestradas na mesma escola. A escola é fechada por pressão dos pais, mas o corpo dessas duas crianças, ambas com 6 anos, nunca foi encontrado. Nesse mesmo dia é encontrado o corpo de uma das crianças sequestradas no dia 14, ele tinha sofrido empalamento, e aparentemente ele havia sido asfixiado com um saco, mais ou menos como o Cap. Nascimento fazia em Tropa de Elite.

31 de Outubro, 2011 [10]

Uma criança foi sequestrada, mas na mesma noite seu corpo foi encontrado em um galpão, todo amordaçado. Haviam tripas de outros pequenos animais perto de seu cadáver, e a pele de seu rosto havia sido completamente arrancada.

10 de Dezembro, 2011 [11]

Depois de um mês sem novos ataques, um sequestro em massa acontece em uma cidade pequena distante da cidade onde o sequestrador começãra os ataques. Foi aqui que ele ganha o apelido de fantasma. As crianças desta cidade (ainda menor que a outra) precisavam pegar um ônibus e andar pelo menos 45 km em uma estrada não pavimentada, para chegar a outra cidade, onde estaria a escola delas. É neste caminho que elas são sequestradas. Refazendo o trajeto, a polícia encontra o ônibus acidentado em uma vala. Não havia o cadpaver de nenhuma criança dentro dele, mas o cadáver do motorista ainda estava lá, sentado em sua cadeira. Ao longo das próximas duas semanas, os corpos de 17 das 22 crianças que estavam no ônibus foram sendo encontrados próximo a três cidades da região.

20 de Dezembro, 2011 [12]

Próximo ao natal, a tensão reina nas cidades da região. Mas duas crianças haviam sido sequestradas nesse meio-tempo, e a polícia força um toque de recolher em todas as cidades da região. A frequência de sequestros diminui, mas outras duas crianças são sequestradas em suas próprias casas, no meio da madrugada.

31 de Dezembro, 2011 [13]

Ao fim do ano, e com apenas 4 meses de atuação, aproximadamente 40 crianças já foram sequestradas pelo fantasma, em quatro cidades diferentes. As prefeituras emitem uma nota afirmando que a situação está sendo investigada, e que grandes passos já foram feitos. Provavelmente uma tentativa de acalmar a população.

28 de Janeiro, 2012 [14]

Depois de muito tempo sem dar as caras, o fantasma volta a atacar. Uma menina de 7 anos foi sequestrada de sua casa, na madrugada desse dia, sendo seu corpo mais tarde encontrado nu. Seu braço havia sido arrancado, e sua boca aparentava ter sido esmagada a pedradas.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória