FANDOM


Em uma cidade pequena e pacata, eu tinha um amigo que era mais ou menos da minha idade. Nós sempre brincávamos juntos, gostávamos muito de resolver casos e de ler creepypastas. Entretanto, um dia nós estávamos indo comprar um jogo de computador que iríamos trocar de vez em quando. Mas quando fomos abrir o site, outra janela abriu, onde estava escrito "Navegador EXE". Como nós sempre queríamos baixar um arquivo mais rápido, fizemos o download no computador dele. Abrimos o navegador, ele entrou em um site um tanto estranho, eu falei pra ele trocar de site, mas... o navegador não apresentava a opção pra colocar outra URL, então ele falou que não teria problema se a gente desse uma olhada naquele site. Após olhar um pouco, descobrimos que aquilo era um site de creepypastas. Alguma coisa fez com que Eric gritasse:

― CARA, OLHA ISSO!

Eu rapidamente corri para olhar achando que seria um conto, afinal, o que esperar de um site de creepypastas? Lá estava escrito "Maria Assasina" um frio tenso se espalhou em meu corpo, por que Maria era o nome de uma mulher que morava a umas cinco casas da minha, então eu pensei "Cara isso não é real, a Maria não é assassina." Eric leu um pouco do conto, então viu algumas fotos da Maria. De repente, em um calafrio, ele falou:

― Cara, é a Maria aqui do condomínio!

Eu, negando, disse:

― Cara, isso é impossível. A Maria ta sumida há meses.

Ele olhou para mim com estranheza e falou:

― Vamos na casa dela, ver se achamos alguma coisa estranha.

Eu respondi:

― Claro que não, isso é coisa de louco!

Brigamos, belos e lindos palavrões rolando. A noite, eu estava vendo mensagens no Facebook, e percebi que Eric tinha me mandado uma:

"Eu vou lá amanhã, preciso matar minha curiosidade."

Eu não entendi muito bem, porque eu estava morrendo de sono, mas no dia seguinte eu fui à casa dele. Sua mãe atendeu... ela estava triste, sem seu habitual sorriso nos lábios. Não era a mãe do Eric que eu conhecia ali. Perguntei se ele estava presente.

Lágrimas rolaram por seu rosto. Ela se aproximou de mim e disse:

― O Eric sumiu desde cedo. Onde está meu filho?

Então eu realizei, "Aquele Idiota foi na casa da Maria". Saí dali um tanto preocupado, e voltei para casa. Quando eu cheguei lá, peguei minha arma de chumbinho e uma arma de choque que fiz com coisas da garagem, e em busca de meu amigo, fui à casa de Maria. Ao chegar na frente da casa, senti que estava na hora errada e no lugar errado. Calafrios correram por minha espinha.

(O final será feito em breve)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória