FANDOM


Em qualquer cidade, em qualquer país, vá para uma rodovia que seja bem iluminada. Pare em qualquer encruzilhada e diga as seguintes palavras: “Eu não temo o destino que carrega”. Todas as luzes se apagarão, você sentirá mãos gélidas e ósseas percorrendo seus braços. Não se mova! Caso contrário, não ver a luz novamente será a menor de suas consequências.

Você começará a escutar um chiado muito alto, como o de um rádio fora de sintonia. O som aumentará exageradamente a ponto de fazer fluir sangue de seus ouvidos. Não tape-os, quando acabar, seus ferimentos irão se curar. O chiado se tornará agudo e uma forte luz branca surgirá acima de você. Neste momento o silêncio dominará.

Se você olhar ao seu redor, verá que a rodovia desapareceu. Além de seu círculo iluminado, haverá apenas o vazio. Você ficará assim por um tempo. Horas, meses, anos, não há como saber; não existe uma definição concreta acerca do tempo neste espaço inóspito. A maioria enlouquece nessa parte e tenta encontrar uma saída pelas trevas. Saiba que o portador estará o tempo todo te observando. Ele não tem domínio sobre a luz, mas a escuridão pertence a ele. Alguns dizem que ele os usa – quem ousa se aventurar – em experimentos doentios, deformando seus corpos até se tornarem algo indescritível.

Não existe muita informação sobre este portador. Tudo que se sabe é que ele conhece o paradeiro de todos os objetos, sabe como destruí-los e também o que acontecerá se forem reunidos. Todos os outros portadores têm medo dele e o chamam de “O Último”. A luz se apagará e você escutará uma voz fraca, quase como um sussurro, perguntar: “Por que os almeja?” Há apenas três respostas que ele aceitará.

Pode dizer: “Apenas quero ir para casa”. Se o fizer, acordará em sua cama. Você não se lembrará do que aconteceu ou sequer sobre os objetos. Durante toda sua vida não saberá mais nada sobre eles, nem mesmo lembrará que existem. Qualquer notícia que vier a ler apenas parecerá para você uma história de terror inventada por uma mente perturbada. Porém, no último dia de sua vida, aparecerá para você um ser coberto por um manto negro e dirá: “Hora de ir para casa”. Não se sabe para onde ele te levará, afinal, ninguém nunca retornou.

Pode dizer: “Irei destruí-los”. Se o fizer, acordará em uma sala mal iluminada. O chão e as paredes estarão cobertos com uma mistura de sangue e ferrugem. Se você olhar para trás, verá várias estacas, e nelas estarão suspendidos os corpos (ainda vivos) dos buscadores que falharam em destruir os objetos. À frente haverá uma porta fechada e ao lado estará o ser coberto pelo manto negro. Ele se aproximará e arrancará seu coração – por algum motivo inexplicável você permanecerá vivo – colocando-o em um lado de uma balança. Em seguida, a criatura arrancará seu próprio coração e o depositará do outro lado da mesma balança. Se o seu coração pesar mais que o dele, você compartilhará do mesmo destino dos infortunados naquela sala.

Se tiver o mesmo peso, a criatura te cobrirá com o manto e você verá o que restou do corpo dela cair ao chão em cinzas. Correntes subirão das cinzas e se enrolarão em você, dilacerando sua carne e te encarcerando naquela sala até o próximo louco aparecer para substituí-lo. Uma voz em prantos ecoará pela sala: “Perdoai-me, ó, Último! pela minha insolência. Irei agora deitar-me na escuridão da inexistência.” Se seu coração for mais leve, a porta se abrirá e será permitida a sua passagem.

Enterrado lá dentro está o segredo para acabar com a maldição que paira sobre todos. Você conseguirá destruí-los?

Todavia, como eu disse, há uma terceira resposta. Leitor, se você teve a coragem ou loucura de chegar até aqui e almeja o destino maldito que muitos surtam só de ouvir falar, prepare-se para ir de encontro com algo que sequer existem palavras para explicar. Pode dizer: “Irei reuni-los”. Se o fizer, poderá ver um largo sorriso suspenso sobre o vazio. A luz que havia sobre você começará a se expandir. Você sentirá que está queimando, uma dor como nunca sentiu antes irá pairar sobre seu corpo. A luz se dissipará em todas as direções. Nesse momento, sua dor sumirá.

O Último te levará nos primórdios do tempo e te mostrará como e onde cada objeto foi criado. Você verá a ascensão e extinção de várias civilizações em cada canto do universo. Cada massacre inescrupuloso, cada vida tirada. Presenciará o nascimento do medo, do ódio, da loucura, da morte. O Último repentinamente desaparecerá. Neste momento, você saberá que obtém o poder sobre todos os objetos. O que fazer com eles é escolha sua.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória