Fandom

Wiki Creepypasta Brasil

Lucas Broken Heart

1 816 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários2 Compartilhar

Lucas era um ótimo menino. Jovem, na idade dos 13 anos, cabelos castanhos, assim como seus olhos. Sua família sempre se orgulhou dele. 

Em uma certa ocasião, a família resolveu fazer uma mudança. Na nova cidade, os pais de Lucas não demoraram à matriculá-lo no colégio local, onde o mesmo não encontrou dificuldades em se adaptar e fazer novas amizades. Uma destas amizades chamava-se Luciana, a qual Lucas se apaixonou imediatamente assim que a viu.

Olhos verdes, pele clara, cabelo escuro, extremamente popular. Lucas a amava, mas nunca havia criado coragem para falar com ela. Sempre observava-a de longe.

Finalmente, dia dos namorados. Lucas estava radiante em alegria. Havia comprado doces e iria oferecê-los a Luciana, como resposta ao pedido de namoro que iria realizar naquela tarde, após as aulas. Enfim... O sinal de saída toca estridentemente, sendo abafado somente pelo sons dos passos apressados e das conversas alvoroçadas dos jovens que saíam através do portão principal da escola e entre eles estava Lucas, suando frio, com um saquinho de doces nas mãos e determinação no peito.

Lá estava ela, tão linda quanto de costume... Lucas respirou fundo, contou até três e foi em sua direção para, em um único fôlego, dizer-lhe:

"Olá Luciana... Eu te conheço apenas a alguns meses, desde que me mudei... Mas gosto muito de você e adoraria ficar com você. Achei que hoje seria o dia mais certo para tomar coragem e vir lhe dizer... Por favor... Me aceita como seu namorado?"

Lucas suava frio, mal acreditava que havia dito tudo aquilo quase sem gaguejar.

Luciana havia sido pega de surpresa... Estava chocada, não esperava isso aquela hora. Ela percebeu os olhares em volta, como se todos estivessem debochando dela e daquela situação. Com o rosto em brasas, envergonhada e com muita raiva, respondeu:

"Não! Seus sentimentos não me importam! Sai da minha frente, seu ridículo!!"

Ouviu-se então os deboches e as risadas de todos que acompanhavam aquela cena patética. Lucas não sabia o que pensar, o que dizer, o que fazer... Virou-se e correu o mais rápido que pode, com lágrimas em seus olhos.

Os dias passaram... Lucas estava deprimido, não frequentava mais a escola. Nada deixava-o feliz. De coração partido, parecia que nada o faria sorrir de novo.

Após um mês, Lucas não mais socializava-se, não saia de casa. A escola estava reprovando-o por faltas. Seus pais estavam tristes e preocupados mas, por mais que tentassem, nada mudaria aquela situação.

Em uma certa noite sem sono, com aquela cena repetindo-se em sua mente como um pesadelo sem fim, Lucas resolve sair um pouco para tomar um ar. A lua estava cheia e brilhante, iluminando seu caminho solitário pelas ruas desertas às sombras de uma noite tranquila.

Ao retornar, porém, para pesar ainda mais sua tristeza, descobre que sua família havia sido cruelmente assassinada. Algum tipo de lunático ainda teve a coragem de escrever iniciais nas testas dos cadáveres. Talvez fosse seu nome ou algum tipo de seita, mas nada mais importava... Não à esta altura...  Lucas estava arrasado... Se ele estivesse em casa, poderia tentar ter feito algo, ou poderia ter sido morto como seus pais, provavelmente descansado em paz como eles estão agora. Pensou em suicidar-se, morrer e ir para junto dos pais... Mas isto seria fácil demais...

Tudo havia sido tirado dele... A alegria, a família... Nada mais restava, à não ser a vingança. Vingança à todos que haviam feito algum mal na vida. Vingança à todos que o magoaram e prejudicaram. A vida era tudo que lhe restava... E não tinha mais medo da morte.

Ao vasculhar a casa, encontrou uma velha pistola Taurus RT-88, calibre .38, que era de seu pai, no tempo que trabalhava na polícia. Estava carregada, juntamente com várias caixas de munição.

Lucas voltou à escola, com a mesma determinação de quando pediu Luciana em namoro. Desta vez, não há respostas negativas...

Esperou o término das aulas e viu Luciana saindo sozinha, em meio a multidão jovem e exaltada que cruzava os portões da frente do colégio. Esperou a oportunidade perfeita e a seguiu.

Quando percebeu que estava na rua da casa de Luciana, Lucas aproximou-se, fazendo com que Luciana percebesse sua presença. Ao se virar, antes de poder expressar qualquer surpresa, já estava deitada no chão, com um buraco de bala entre seus olhos. Com um pequeno canivete, escreveu em sua testa as iniciais: L.B.H. às quais foram atribuídas as palavras Lucas Broken Heart (Lucas Coração Partido)

Antes que o barulho chamasse a atenção de qualquer vizinho, Lucas deixou a cena do crime, rindo freneticamente, mas não sem deixar de dizer:

"O amor dói né... Vadia!"

Aquilo provocou-lhe um prazer que jamais havia experimentado. Uma sensação de poder sobre a vida e a morte de outras pessoas. Este foi o primeiro degrau na escada de sua vingança. Havia muito mais à escalar. Era só o início.

Deste dia em diante, todas as noites, jovens eram encontrados assassinados próximos àquele colégio, de maneiras tão brutais que sua mera descrição causaria um extremo desconforto e mal estar, sempre com as letras L.B.H. em suas testas. Coincidentemente, todas as vítimas eram conhecidas de Lucas. Estudaram juntos ou tiveram algum contato...

A polícia não conseguia rastreá-lo. Alguns dizem que cometeu suicídio, outros que simplesmente sumiu da cidade sem deixar pistas e poucos até mesmo acreditam que havia trocado de nome, aparência, e constituído uma nova vida em outro lugar.

A verdade é que seu paradeiro é desconhecido, mas todos os dias uma nova vítima surge... Sempre na mesma faixa etária, com o uniforme do colégio ainda vestido e as famosas iniciais...

O.C. de: "Luccasasa"

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória