FANDOM


  

Chandelure


Eu amava jogos de Pokémon. O último que eu havia jogado era a versão Crystal, do Game Boy Color. Eu passava horas jogando aquilo. Afinal, para uma criança, era tudo maravilhoso... Mas eu não sabia o que me esperava no futuro, com o mesmo jogo... Eu havia acabado de chegar da universidade, e na volta havia comprado um jogo: Pokémon White.

Estava ansioso para ver os novos personagens, a história... Tão ansioso que nem percebera os arranhões na capa do jogo. Mas isso não era nem um pouco estranho perto do que aconteceria comigo. O jogo era usado, então ignorei isso e rapidamente pus o cartucho no meu DS. Minha mente estava cheia de pensamentos... Entrar em uma jornada completamente nova, depois de tanto tempo... Mas todos esses pensamentos seriam queimados.                                                                                                                  

Escolhi o Snivy, já que havia escolhido o inicial de grama do Crystal (Chikorita), e pus nele o nome de Toby. Por coincidência, era o nome de meu primo mais novo. Eu jogava o jogo várias horas, todo o dia... Eu houvera capturado muitos Pokémon, mas haviam apenas cinco na minha equipe: Toby (que já era um Servine), Joltik, Tranquill, Watchog e Herdier. Eu estava em busca de um Pokémon que eu realmente fosse gostar para por naquele lugar.                                                                                                            

Em certo ponto, cheguei na Celestial Tower. Desde pequeno, não gostava de lugares como aquele, mesmo que fossem nos jogos. Lembro que costumava parar nesses pontos dos games. Coisa de criança, mesmo... Assim, entrei na torre. Ao invés do nome do local aparecer, na tela surgiu uma mensagem: "Here you'll meet your fate" (Aqui você encontrará seu destino). Estava apavorado. Quando ia desligar o console, a música de batalha tocou. Um Litwick apareceu na tela. Já tinha ouvido falar dele, e me senti na necessidade de capturá-lo.                                                                                                                        

Usei meu Herdier. Ele quase fez o Litwick desmaiar, e tive a impressão de seu sprite olhar com raiva pra mim. Persistente, joguei uma Pokéball. Neste momento, o DS desligou. Achei que aquilo era algum hack que o antigo dono fez. Mas não era. Descansei por um tempo, e resolvi voltar a jogar. Quando voltei, a superfície do console estava arranhada. Pensei que fosse obra de meu gato e simplesmente       abri-o para achar a tela que aparecia depois de capturar um Pokémon. Gostava de dar nomes a meus Pokémon, então nomeei-o "Fiery".                                                                                                                                

Ele era surpreendentemente forte. Nós vencemos várias batalhas juntos, aumentando mais ainda seu poder. O que eu tinha era algo como um vício em usá-lo. Até Toby eu não usava tanto como antes. Nós havíamos chegado na Elite 4. A partir dali o terror iria começar. Ele ainda era um Lampent. Estava esperando para o fazer evoluir para Chandelure, e aquela era a hora certa. Após a animação de evolução, uma mensagem distorcida tocou: "Agora poderei me vingar...". Meu sangue gelou. Pensei que fosse coisa do hack que o dono antigo fez, então continuei para ver o que acontecia.                                                    

Primeiro, desafiei Marshall. Fiery ganhou facilmente dele e de seus Pokémon. Depois, Shantaul. Foi um pouco difícil, mas conseguimos. Eu não sabia por que estava tão obcecado em usar Fiery. Enfim, vencemos Caitlin. O próximo seria Grimsley. Ele mandou Scrafty. Eu mandei Fiery. Como seus Pokémon eram do tipo Dark, Fiery não iria aguentar. Tentei trocar para Stoutland, mas Fiery não saiu de lá. Aí, aconteceu algo terrível. Stoutland caiu em cima de Fiery.                                                                              

Mesmo sendo apenas dentro de um jogo, me horrorizei com a cena de Stoutland queimando até uma mensagem aparecer: "Stoutland died!"("Stoutland morreu!"). Tive que ir mandando meus Pokémon, consequentemente matando todos eles. Inclusive meu tão querido Toby. Após isso, a tela ficou preta por um minuto. Nesse tempo, chorei. Como alguém conseguiria fazer algum hack tão horrível? Que mexia com os sentimentos, e depois os queimava? A tela voltou com meu personagem em um lugar parecido a uma mansão, com quadros dos Pokémon de minha equipe. Um Chandelure estava olhando para eles. Era Fiery. Uma mensagem saiu do DS:"A vida é algo tão imprevisível, não? Eu sou seu mestre agora.". O som estava surpreendentemente claro. "Não, você é apenas uma programação criada por alguém insano!", eu disse para mim mesmo. "Quer apostar?". Eu estava muito assustado, e joguei meu console pra longe.                        

Uma semana depois, meu primo Toby morreu num incêndio em sua escola.  


(Creepypasta feita por VitorGamer )                                                                                                                        

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória