FANDOM


Estou deitado em minha cama, acordei por causa dos trovões, confesso que tenho um pouco de medo. Depois de 10 minutos deitado, eu me levanto e vou me arrumar para ir pra faculdade. Mais um dia chato e cansativo, pensei. Antes de sair de casa, eu peguei o meu celular para olhar as mensagens no whatsapp. Eu sou um cara bem popular então meu whatsapp deve ta lotado de mensagens, mas acabei me enganando, pois havia apenas uma mensagem de meu pai. Na mensagem dele dizia assim: "Fuja o mais rápido possível, eles estão chegando." Fiquei confuso e ignorei a mensagem. Eu moro sozinho há quase 3 anos depois que fiz 25 anos, então eu não preciso que eles fiquem se preocupando comigo. Abro a porta e vejo um tempo nublado, com nuvens que só de olhar dava calafrios no corpo todo. “Parece que vai chover, melhor eu levar o guarda chuva.” Saio de casa e caminho até a faculdade. Comecei a notar que a rua estava vazia, deserta, sem barulho ou sequer algum ruído de carro, nem mesmo conseguia ouvir o som do vento, embora ventasse muito forte naquele momento. "O que está acontecendo com essa cidade hoje?” Andei mais um pouco antes de me assustar com aquela cena: a estrada onde eu sempre via os carros passarem, mesmo em feriados e greves, estava deserto, nenhum veículo sequer passou por ali. Esperei 20 minutos em um ponto de ônibus pra ver se era real o que estava vendo, mas tudo ficou na mesma... Nada nem ninguém, eu percebi que estava sozinho na cidade, que não importava o quanto eu procurasse, ninguém iria aparecer. Então decidi continuar meu caminho, entrei no beco e os muros estavam pichados. Letras vermelhas escreviam: “Fuja, socorro, eles estão vindo, é o fim do mundo, saia da cidade. Fiquei Aterrorizado com aquilo, o que estaria havendo? Seria um toque de recolher ou algo do tipo, uma greve geral? Porém, no fundo eu sabia que não era apenas isso... Ao chegar à faculdade me deparei com todos os portões arreganhados e alguns destruídos. “Mas Que Merda aconteceu aqui?” Pensei bastante assustado. Decidir então voltar para casa, eu estava horrível, ficar sozinho na cidade é pior do que estar em uma prisão, comecei a lembrar que eu reclamava demais da vida, por ver todos os dias as mesmas pessoas, carros passando pra lá e pra cá, meus pais enchendo meu saco no telefone... realmente eu estava sentindo saudade daquilo... Cheguei em casa e me sentei na porta, esperando algum milagre de alguém passar por ali e me tirar daquela solidão e silêncio que me engoliam... Foi quando eu comecei a ouvir um som... Eu levantei rapidamente, parecia uma multidão de gente gritando e correndo, foi quando meus olhos puderam enxergar, o que quer que fosse aquilo estava vindo pra me matar e eu sabia disso, me sentir como um presa indefesa pronta pra ser pego por um caçador sem piedade, meus olhos ardiam, e-eu queria Chorar, cair de joelhos, tentei levantar pra correr, mas não conseguir..Foi quando ele chegaram perto de mim...

Eu abri os olhos e pulei da cama assustado. "Eu não Acredito HAHAHA era apenas um pesadelo." Suspirei aliviado por aquele inferno ser apenas um pesadelo. Levantei rápido, tomei banho e me arrumei pra sair... Foi Quando meu celular vibrou, era uma mensagem de meu pai... E estava escrito assim:

“Fuja o mais rápido possível, eles estão chegando.”

Escrito por: Erick Cerqueira/

Facebook: Erick Creepypasta / Canal Night Do Terror

Link Da História: https://www.youtube.com/watch?v=f6IoPffxoKk

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória