FANDOM


10934713 764521940298295 1113446297 n.jpg

É um menino de 14 anos que por amor foi enganado e torturado até ele perder toda sua sanidade e se vingar brutalmente de quem fez isso com ele. E se qualquer um entrar na frente dele .... Se considere morto.  

Historia

Olá eu me chamo Hiran eu era um adolescente normal com 14 anos, cabelos marrons que chega até os ombros, olhos azuis, eu sempre usava um tênis All stars, e amava vestir calças jeans pretas e rasgadas nos joelhos com uma blusa de frio branca solta e com uma gola larga.

Aquele dia era como qualquer dia nublado e frio como um dia de outono,  tive que ir pra escola como sempre levantando as 5:30 da manha, me troquei, tomei  um copo de leite, peguei meus fones coloquei a música Smells Like Teen Spirit, e esperei o ônibus que passava exatamente 6:25 em minha casa. O ônibus chegou no horário como sempre e fui escola.

A escola abria as 7:05 e os professores deveriam chegar as 7:10 nas classes mas sempre se atrasavam um pouco, e meus amigos sempre bagunçavam na sala nesse tempo e eu gostava de ser o “palhaço” da minha sala. Theodor Muller era um grande amigo meu ele tinha cabelos roxos do tamanho médio, usava sempre uma blusa com capuz, e calças moletom preta.  Ele era na verdade um Alemão que mudou para cá.

As 8:40 tivemos um intervalo e ficávamos sentados num banco conversando, até Sara aparecer ela era linda, nem nos meus melhores sonhos minha cabeça conseguia projetar essa beleza, ela era amiga de Theo e eles sempre conversavam. Mas bem no meio dos meus profundo pensamentos a coordenadora chegou e me disse:

- Hiran .... Éééé n sei como te dizer isso mais ... sua mãe esta aqui para te buscar – Falou ela com uma voz deprimida.

- O-oque houve? – Falo estranhando.

- Seu avô esta ....bom ... morreu essa madrugada – Aquelas palavras encravaram em meu peito como uma faca que não tinha do mas tinha uma inocência porque elas não sabem o que é o bem e o mal ... ou elas sabem? No momento que ela me disse isso eu cai em lágrimas e me ajoelhei no chão.

No velório eu recebi um relógio de bolso que meu avô queriam e dar, e depois desse acontecimento nunca me separei desse relógio. Dias se passaram e eu ... Estava triste me sentia sozinho no mundo.  Até que um dia Sara se aproximou de mim e disse:

- Olá Hiran

-O-olá ... Sara – Eu disse assustado pois nunca pensei que ela falaria comigo sem Theodor  estar por perto.

- Sabe eu sei que anda triste que tal se animar um pouco ...Hmm ... Que tal um cinema? – Ela disse animada.

- É ... Ok ... – O dia se passou e numa aula de ciência a professora começou a explicar sobre melanina, era um pigmento no corpo que mantem a cor do ser humano, e se você era exposto a uma grande quantidade de dor seu corpo usa a própria melanina para se curar, fazendo seu cabelo ficar branco, suas unhas ficarem pretas e sua pele ficar num tom cinza.

Chegou o dia do encontro e eu estava super feliz pois eu ia num encontro com a garota que eu amava. Olhei meu relógio cheguei 10 minutos mais cedo que o combinado, toquei a campainha. A Mãe dela pediu para eu entrar  e me sentar no sofá foi um erro que cometi.

Me sentei no sofá ... E do nada um saco preto cobriu meu rosto e senti baterem em minha cabeça e desmaiei. Quando acordei estava amarrado numa cadeira, olhei para cima e vi o pai, a mãe e Sara, me olhando como se eu fosse uma carne, um alimento.

Então eles pegaram instrumentos de tortura e começaram ...Arrancaram minhas unhas a cada 4 semanas, cortavam partes diferentes de minha pele a cada dia, me batiam, faziam eu beber agua suja e comer comidas podres.

O pai de Sara era medico então ele tinha alguns equipamentos então eu nunca morria, eu queria mais nunca morria... Eles cortavam minha pele e destruíam meu fígado a cada 1 mês, e a noite eles me batiam até eu desmaiar para eu não gritar enquanto eles dormiam, mas eu sempre acordava as 4:10 e tinha um relógio na minha frente um relógio velho. Eu admirava esse relógio a cada uma em uma hora ele batia. A tortura sempre acabava com o relógio batendo as 23:00, e eles dormiam exatamente 8 horas por dia.

Mais tinha dia que para mim era uma festa apesar de não me movimentar eu celebrava com minhas lagrimas, porque tinham algum compromisso. E todos dias exatamente as 4:40 eu chorava, pois as 4:40 era a hora que meu avô tinha morrido.

Teve um dia que eles pegaram cabos elétricos e começaram a me dar choques na quantidade certa para eu não morrer, isso aconteceu as 20:51 da noite e faziam isso todos os dias.

Um dia a Mãe de Sara tinha acabado de brigar com seu marido pelo celular, ela desceu as escadas do porão com ódio, pegou uma garrafa vazia quebrou ela na minha cabeça e ficou furando meus braços com os cacos de vidro, isso aconteceu as 14:24.

Mais tarde no mesmo dia o Pai de Sara chegou e começou me bater com raiva de sua mulher, isso aconteceu as 22:50 e durou até 23:20 ...Hmm pelo menos eu fiz ele perder a hora ...

10877982 316463811885540 1001586353 n.jpg

Fiquei preso por 6 meses como a professora havia dito,quando você era torturado em grande quantidade você perde a coloração, meu cabelo estava branco, minha unhas pretas, minha pele em tom acinzentado e eu não sentia mais dor. Até que um dia Sara desceu para o porão, ela não tinha ido para escola, e veio se “divertir” comigo, então ela se aproximou e eu disse:

- O-ola me c-chamo Hiran ... – eu falei para ela

- Eu sei se estupido – Ela me da um tapa na cara, depois do tapa viro meu rosto a ela.

- Ola me chamo Hiran –Então ela olha para mim assustada. E eu repito – Ola eu me c-chamo Hiran – E eu fiquei repetindo a mesma frase.

10945962 663624610412569 1631672472 n.jpg

Até que uma hora ela não suportou e encravou uma tesoura com uma ponta bem afiada em meu ombro direito, eu abaixei a cabeça e fechei meus olhos.  Porem ela achou que eu tinha morrido então me desacorrentou e tirou os cadeados, então o velho relógio tocou, e eu disse a ela com uma voz grossa:

- Ola me chamo Clock ... Time – Pego a faca do meu peito e derrubei-a no chão cortando um dos seus dedos, então eu bati com o cabo da faca até ela desmaiar. Isso aconteceu as 9:00.

Então fiz uma cruz de madeira, preguei ela na cruz, coloquei um saco preto na cabeça dela, rasguei partes de sua roupa e coloquei arame farpado em volta dela. Pendurei-a na parede da sala, peguei um tambor de metal,coloquei fogo e coloquei esse tambor debaixo da garota fazendo ela sofrer com o calor das labaredas, isso aconteceu as 9:00 até as 12:00.

E exatamente 12:20 a mãe de Sara chegava em casa.

Agora era 12:20 a mãe tinha acabado de chegar, ela entrou na casa e viu sua filha crucificada na parede da sala gritando dentro do saco plástico, então bato com uma cano de metal na cabeça da mulher. Penduro ela no próprio quarto e pego 6 dardos que eles tinham na sala de jogos, vou até a mãe e falo:

- Espero que morra antes que acabe os dardos se não eu te matarei com a tesoura.

Jogo o primeiro dardo e erro, ela suspira com um alivio. Jogo o segundo dardo e acerta o seio esquerdo. Jogo o terceiro dardo e acerta o coxa direita da mulher, o quarto dardo foi uma tentativa mas errei, o quinto também errei, o sexto acerto abaixo do bíceps.

- Você não morreu parabéns!!! Mas agora você tem um encontro com a tesoura. – Falo isso para a mulher e a mato esfaqueando dolorosamente, essa ação da morte da mãe começou 12:00 e acabou 12:23.

Mas o pai eu ia fazer ele perder tudo a família, a casa, a vida. Mas como minhas roupas estavam rasgadas, tive que ir para minha casa e assalta-la pegando minhas roupas que eu mais usava, minha calça jeans preta, meu tênis, e minha amada blusa branca.

As 20:14 ele volto para casa e viu os bombeiros, a policia, e as ambulâncias. Ele sai  do carro e pergunta o que aconteceu.  O medico falou que achou duas pessoas mortas e nada mais, ele  saiu chorando e foi para um bar, e começou  a se embebedar e saiu bêbado na rua e chegou numa estrada e esse processo foi das 20:46 as 00:00

Então 00:00 começo a bater no pai bêbado até ele morrer, até tudo o que ele fez comigo seja pago ...  Eu acho que ele se arrependeu de ter nascido mas ... Acho que ele não pensa mais isso, só pensa em ficar quieto no canto da avenida como um verme.

Olá me chamo Hiran ou melhor... Olá me chamo ... Clock Time ... Estou escrevendo isso numa folha de papel vou deixar em qualquer lugar talvez vá para uma revista, jornais, ou para policia ... Mas quem se importa eu já fiz você perder seu tempo e se você tiver a coragem de vir atrás de mim eu posso fazer você perder seu tempo para sempre ....

Olá m-me c-chamo Hiran ... E-e eu p-posso e-estar atrás de você.

Editado por: Korphd

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória