FANDOM


Carrocinha camion

a carrocinha

Estávamos todos nós, eu e meus amigos de escola. Gabriel, Bruno, e Maiara. Voltando de um cemitério, quase meia-noite. Conversando normalmente, quando passa um carro muito rápido e Maiara grita:- carrocinha?!. Nós, os 3 garotos rimos, rimos do inesperado, rimos do desconhecido. Mas, de repente a carrocinha para na próxima rua, parece nos esperar. Nós paramos, refletimos, e continuamos andando. Até que na hora que chegamos, a porta se abriu sozinha, vimos uma criança lá dentro, e de repente uma voz : -E se você estiver no local correto, no horário correto, você estará envolto à névoa espessa e tão logo sentirá os dedos frios da morte acariciando seu rosto... Paramos congelados, apavorados pelo que ouvimos daquela voz rouca, e então a carrocinha seguiu rumo até um lugar indeterminado. Depois que ela saiu, conseguimos ver pela traseira a placa e bem grande escrito CARROCINHA. No dia seguinte quando voltamos da escola, de noite, de repente ouvimos um carro parando atrás de nós, quando viramos para olhar.... Um facão atravessa a garganta de Bruno... e o "homem" nem olha para agente pega o corpo de Bruno e coloca dentro da carrocinha. Eu gritei: - PORRA!! CORRAM!! Corremos até o fim da onde poderíamos chegar, até o fim... Entramos numa casa toda quebrada, dois andares. Subimos, olhei meu celular para ligar para policia, mas de repente a tela trincou, e o Gabriel pediu para olharmos para cima, olhamos, tava escrito com sangue "humano, sua vida será arrancada de você, sua morte será pior do que a de um cachorro". Fechei meus olhos e pensei"fudeu...", pedi para todos saírem de la, tava eu, o Gabriel , e a maiara. Vi um armário no meio de um quarto, um quarto escuro, com um armário e um espelho apenas, resolvi entrar naquele quarto, e chamar a todos. Com todos no quarto, resolvi fechar a porta e ver se todos estavam bem. Achei uma chave, essa chave era a chave da porta do quarto, resolvi trancar a porta , assim que tranquei um o armário se mexe... Um homem sai do armário, logo que sai corta o Gabriel ao meio, e arranca a coluna dele em um puxão, ai eu abri a porta todo desesperado, sem ter oque fazer, mandei Maiara sair do quarto e ir la para fora ligar para a policia. Eu fui para um caminho Maiara para outro, o bicho, veio atrás de mim, por um tempo fiquei aliviado, mas ai tive que correr. me escondi embaixo da escada, lugar escuro, cheio de poeira, aranhas, e eu ouvi passos, vindo em minha direção, fiquei apavorado, e então quando olhei em direção aos passos... A criatura contorceu-se disformemente, tornando-se uma figura incomum... Eu fiquei sem reação, e aí gritei: - PORQUE A GENTE? Quando percebi que não conseguiria respostas, eu sai correndo com medo daquele bicho, até que vi no chão uma foto de nós quatro. Não pude acreditar, ai quando eu virei, o bicho já estava mandando a peixeira em minha barriga. Cai, e comecei a gemer, o bicho disse: - Eu não deixarei nenhum de vocês vivos, e saiu andando atrás de Maiara. Não pude fazer nada, desmaiei. Quando acordei, era um policial me ajudando, e ele me perguntou: -Quem fez isso? -Eu não sei.-respondi abaixando a cabeça. Eles me levaram até o corpo do Bruno para me perguntar se eu conhecia, eu disse que conhecia. Me levaram até o corpo do Gabriel, eu disse que conhecia. Até que me levaram até um corpo enforcado numa sala vazia, bem escura, era a Maiara, com um papel na mão dizendo "Eu não deixarei nenhum de vocês vivos."

Autor: Tatsugan3000

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória