Fandom

Wiki Creepypasta Brasil

Astyn

1 828 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentário1 Compartilhar

Olhei para o relógio de relance. 1:30 da manhã. Já estou acostumado a dormir tarde da noite.

Me levantei da cadeira, que por sua vez rangeu e o som ecoou pelo silêncio. A noite fria passava uma estranha sensação de tensão. De repente, uma brisa passou pela janela, me envolvendo, o que resultou em um arrepio forte na nuca. Algo estava errado. Mesmo assim, me dirigi para a cama.

Peguei bobby (meu pequeno ursinho desbotado) e meu confortável cobertor. Deitei-me com o sentimento que desconhecia, o medo. Depois de ficar fitando o teto por um momento, acabei adormecendo. "Eu estava sozinho na minha própria casa. A escuridão havia tomado conta do quarto e, principalmente, do corredor. A curiosidade me fez levantar-me e seguir por aquele corredor vazio, até encontrar a escadaria. A cada degrau, eu me encontrava mais distante do fim. Senti meu pé esquerdo tocar em algo gosmento... Era sangue.

A escada inteira, de repente, estava ensanguentada. Meu cobertor se arrastava atrás de mim. Quando pisei no ultimo degrau, percebi que alguém me observava. Logo na minha frente, percebi um movimento no escuro. Tinha alguém junto comigo. - Tem alguém ai?- Minha voz parecia ter destaque, não escutava nada além da minha respiração. A 'coisa' se moveu novamente, se mostrando. Fiquei totalmente paralisado. Era um garoto.

- Quem é você?- Tentei parecer normal, superior. Porém, minha voz saiu falha. Seu cabelo loiro estava bagunçado e manchado de sangue, em uma das suas mãos, uma garra. Seu rosto estava coberto por uma máscara, não me possibilitando o reconhecimento do mesmo. - Q-qual é o seu nome?- Gaguejei, evadido pelo pânico. - Não lembra de mim, pequeno John?- Ele me olhou friamente. Não pode ser! Ele não deveria estar aqui. EU não deveria estar aqui. Aquela voz... reconheci imediatamente. Eu havia ouvido tantas vezes aquela criatura implorar para não ser humilhado, para mim não a machucar...

Ele apenas riu freneticamente enquanto observava minha reação. Ele é o... - Astyn, seu pior pesadelo a partir de agora. - Aquele garoto idiota da minha escola. Ele era apenas um nerd babaca, o que estava fazendo? Depois de tantas surras que ele levou, como poderia...? Acordei suando. O cobertor grudava em minha pele e eu estava quente. Gemi e me levantei. Era apenas um sonho. Um pesadelinho idiota. Olhei novamente para o relógio: 3:00 da manhã. Observei meu quarto. A porta estava entre-aberta, acendi a luz do abajur e me encaminhei para o corredor, meus pais não estavam em casa tinha saído para comemorar o aniversario de casamento deles,caminhei para o corredor e pude ver não era realmente um sonho ele estava ali parado olhando atentamente a mim era ele o Astyn!

Estava coberto de sangue. Perguntei: - Astyn porque você está coberto de sangue amigão Com certeza ele pensou que estava tentando engana-lo chamando-o de 'Amigão' sendo que o humilhei os dias todos na escola, bati nele, criei apelidos grotescos para ele...

Ele apenas sorriu e disse Eu matei minha família e a sua é a próxima Meu coração disparou o Astyn estava completamente paranoico ele andou devagar em minha direção então eu corri para o quarto de meus pais gritando de medo fechei a porta e escondi-me no armário que estava próximo, felizmente meus pais chegaram ouvi a porta abrir e meus pais conversando eles não tinham notado a presença de Astyn até aquele momento... Ouvi gritos de meu pai!! Minha mãe correu em direção ao quarto dela estava escondido no armário ela escondeu-se debaixo da cama e pude ver a respiração ofegante dela, Astyn abriu a porta lentamente suas botas estavam manchadas de sangue ele andou em direção a cama de minha mãe e foi a hora em que ela não conseguiu se manter ela gritou, Astyn a pegou pelos cabelos ele tinha uma força sobre-humana pegou a faca em um de seus bolsos e a degolou, o sangue saia repentinamente de sua garganta Astyn apenas ficou lá imóvel olhando o corpo de minha mãe...

Estava com muito medo e chorando Astyn virou de repente e olhou para o armário certamente percebeu minha presença ele abriu lentamente o armário eu com medo o empurrei violentamente ele caiu e eu corri em direção a porta ele segurou minha perna e desferiu um golpe violento nela eu gritei mas mesmo mancando corri!corri em direção a rua e quando vi uma luz distante não era uma luz e sim um carro o carro parou em frente a mim quase me atropelando eu cai para trás e desmaiei felizmente não sofri nenhum ferimento o motorista do carro levou-me ao hospital, acordei e perguntei ao medico que estava do meu lado: Cade meus pais eles estão bem? O que aconteceu? Ele disse para mim friamente: 'John tenho duas noticias para você uma boa e uma péssima Eu disse fala a péssima primeiro ele falou A péssima é que seus pais não resistiram aos ferimentos e morreram... Desculpe eu tentei de tudo mas não consegui salva-los, a boa é que um colega seu veio visita-lo Eu perguntei quem era ele disse é um colega de escola ele saiu da sala e entrou a quem eu menos esperava era ele!! Astyn fechou a porta e me encarou com um olhar perverso foi apenas sorriu e disse

Nada poderá escapar de mim! HA HA HA HA!!!

Criado por Guilherme Nascimento e  Caroline Tiemi

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória