FANDOM


Meu nome é Jake. Eu amo minha mulher. Mas acho que ela não me ama.

Eu trabalhava em um mercado quando a conheci. Eu passei as compras dela, foi amor a primeira vista. Segui ela até sua casa, e ela nem percebeu. Fiquei lá. Observei como ela era linda (e ainda é). Fiquei escondido por dias, ela deixava cair alguns salgadinhos e comidas de sua cama, e então eu ia lá e comia. Não me importava a fome, nem o sono, nem a vontade de defecar, só me importava em ver seu belo rosto todos os dias. Até o dia que ela trouxe um rapaz até o quarto. Fiquei nervoso. Esperei até o dia seguinte e apareci para ela. Ela ficou assustada, mas depois ficou calma, já que desmaiou. Levei-a a minha casa e amarrei em uma cadeira com correntes (para me assegurar que ela não sairia dali). Faz 4 anos que fiz isso. Ela não fica o tempo inteiro amarrada. Eu amputei seus braços e pernas, então não há motivos de ela ficar amarrada, mas mesmo assim, por segurança, deixo ela amarrada. Nós temos relações sexuais todos os dias e ela já engravidou 3 vezes, sendo que uma foi de gêmeos. Toda vez que os bebês nascem, eu espero ele completar 1 semana ou 2 semanas e aí eu penso na maior forma de tortura e eu mato eles na frente de minha ''esposa". Ela chora de alegria... ou de raiva, ou de tristeza, mas acho que é alegria. Nós estamos muito felizes. Ah, eu alimento ela todos os dias, mas ela tenta me morder mesmo assim.

Eu amo ela mesmo quando ela chora.

Eu amo ela mesmo quando tenta se matar se arrastando até a faca que está jogada no chão

Eu amo ela mesmo quando ela me morde.

Eu amo ela mesmo quando ela se recusa a ter relações sexuais comigo.

Este é meu amor.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória