FANDOM


Depois de uma enorme festa cheia de convidados ou até penetras,um grande grupo de amigos resolve ir embora daquele lugar que cheira mais é a um “residente de ruas” do que o vinho e outras bebidas caríssimas que serviam.

-Puta merda cara!-grita Gary com raiva pela sua gasolina ter acabado.

-Deixa disso,vamos com meu...-fala Tom completamente bêbado,alias todos la estavam bêbados.

Sem dizer uma palavra por minutos finalmente perceberam que certamente não cabe 7 pessoas em um carro só...

-Eu e o Steve vamos ao cemitério de aqui perto visitar minha mãe.-Sarah fala esperando seu irmão idiota pelo menos defender a ideia de sair perto desses amigos beberrões.

-Então beleza,vamos logo pra casa galera.-Diz Gary cheirando a um vinho meia-boca.

Sarah e Steve vão andando pela estrada na noite serena.Steve não dizia uma simples palavra,simplesmente calado.

-Ora,vamos la!Você deve ter alguma consideração nesse dia tão especial para a mamãe...Ja faz um ano e nós festejando com esses imbecis...

Os dois continuam caminhando até chegar a um cemitério escuro e com o portão totalmente violado.Os dois continuam caminhando até achar o tumulo de sua querida mãe.Com uma expressão mais sombria,Sarah acende uma vela e deixa ao lado das flores que trouxe especialmente para esse dia.

-Onde você conseguiu essa vela?-Steve fala rapidamente e sem hesitação a qualquer resposta de como “O que aconteceu com você?Finalmente “conseguiu” falar hein...”

-No bairro em que me mudei depois de você simplesmente destruir a nossa casa,estamos sem energia...-Responde Sarah do mesmo tom que o seu preguiçoso e limitado irmão perguntou.

Steve engordou muito depois de sua mãe morrer,assim ele só comia,comia e não limpava absolutamente nada.Sua irmã não aguentou e com o seu salário comprou uma pequena casa para ficar.

Steve estava com uma expressão muito mais séria agora.

-Ei,está vendo aquela porta violada ali?-Sarah contradiz sua expressão sombria.

-Quem fez isso foi você quando mais jovem,eu lembro como hoje.O governo não se importou nem um pouco com construções publicas serem “detonadas” por delinquentes como você era.-Provocou Steve de quando era um arruaceiro-juvenil e só sabia destruir.

Sem dizer uma palavra,Steve se move lentamente a porta.Sem dar ouvidos a nada,entrou na catacumba que era aquele lugar.

-Ei onde esta indo?Volte aqui!-Sarah corre rapidamente antes dele entrar em um lugar nada agradável ,muito menos seguro...

-Espera ai,onde estão Sam e Jane?-Tom pergunta em um tom mais preocupado.

-Deixa eles cara.Não sabe que eles começaram a namorar ontem?Eles devem estar curtindo mais um pouco.-Falou Gary novamente com pressa para ir logo.

-Pare.Nós não vamos sair daqui com vocês bêbados,muito menos sem os outros dois.-Finalmente fala Gwen para acabar com a loucura de violar uma lei que podia lhes custar muito dinheiro.

Gwen,a pelo menos,única sóbria naquele lugar de festa e bebidas,só foi até lá pela sua amizade com todo mundo.

-Bem,sé é o que você quer,vamos voltar aquela festa e procurar os dois!-Falou Gary com uma cara de que era viciado em uma coisa que tomara a festa inteira,Vodka.

-Não.Tom vai até lá e os procura,você vai ficar aqui comigo.-Contradiz Gwen ao saber que alguém ali ia alimentar um vício.

-Sem problemas!-Diz Tom sorridente ao saber que iria tomar mais um copo de bebida.

Depois de muito tempo,Gwen fica preocupada e manda Gary ir procurar Tom.Sem hesitação e cheio de motivação,ele marcha para um lugar onde iria encher mais a cara do que qualquer um.

Gwen cansada de esperar,continuou caminhando pela estrada sem ao menos mudar a sua expressão.Ela sempre foi uma garota muito fria,e nunca gostou de ser emocional.Por isso odiava Sarah,uma menina muito determinada e perfeccionista em tudo,parecia sempre feliz.Mas era melhor estar com uma pessoa que você odeia,do que um bando de bêbados que só dizem merda.

Quando chegou ao cemitério que sempre visitava quando se sentia tomada pelas sombras.Extremamente tomada pelo desejo de ver a sua arqui-inimiga em seu próprio território,começou a andar mais rapidamente...

Sarah correu o mais rapidamente que pode e chegou a sala que seu irmão estava naquelas enormes catacumbas.

-Por que todo mundo me trata como lixo?-Pergunta Steve com uma expressão extremamente depressiva e triste.

-Porque você É UM LIXO!Você só sabe ficar comendo e gastando dinheiro na porcaria do seu vídeo-game!Se você não tem vida,não tem dignidade,pelo menos aja como alguém que tenha!-Grita Sarah enojada de finalmente o que seu irmão era:um idiota que não tem vida.

Sem falar uma palavra,Steve foca seu olhar em um sarcófago cheio de espinhos em sua abertura,uma verdadeira câmara de suicídio.

Novamente com uma expressão extremamente sombria caminha lentamente ao sarcófago.

-Hey!O que você esta fazendo seu inútil?!

Ele abre o sarcófago e se enfia em uma posição em que os espinhos ainda não o atingissem.

-Eu vou encontrar a mamãe.-Steve fecha rapidamente o sarcófago como se fecha uma simples porta,a porta para a sua morte...

Aquela foi a ultima vez  que Sarah viu Steve.Ainda com um expressão indefinida ,Sarah olha para um sarcófago emitindo muitos gritos de desespero,quando começa a chorar depressivamente sem parar...

Gwen continua correndo mais rápido,até chegar a um cemitério.A única coisa que conseguia visualizar com toda essa escuridão era uma vela ao lado de um tumulo com flores.Então ela percebeu que não havia ninguém por lá,com uma expressão mais séria,pensou sobre a escadaria a seu lado.

Ela começou a descer as escadas que pareciam infinitas,até chegar a uma plataforma com objetos do Egito antigo.Não havia ninguém lá,só uma poça de sangue saindo de baixo de uma das relíquias,também percebeu que uma enorme relíquia tinha sido roubada de lá,como também uma das lanças de exposição...

Decepcionada por perder tempo,simplesmente subiu as escadas.Gwen nunca se assustou com sangue,muito menos com corpos de pessoas mortas,ela achava totalmente normal encontrar isso dia a dia.

Então,continuou a caminhar pela estrada de volta a maldita festa...

Tom se enfiou no meio da multidão de pessoas comendo petiscos e bebendo,então começou a gritar desesperadamente o nome “Sam” e “Jane” pensando que alguém iria escutar.Porém,ele fizera isso por ser muito exibido,sempre se exibia pra todo mundo.

Procurou em todo o lugar,menos no balcão de compra de bebidas,então caminhou lentamente até lá,e sem achar ninguém,apenas os vendedores,entrou no depósito de bebidas.

Lá encontrou apenas Sam chorando em um canto tomando Whiskey.Com uma cara depressiva  Sam falou com uma voz de alguém que teria uma ressaca gigante no dia seguinte “É você Jane?...”

-Hey cara!O que ouve com você?Você esta com uma cara horrível...-Pergunta Tom preocupado.

-Fiz o “trote” de traição na Jane e ela me deixou cara...-Responde ele com um motivo indigno que merece humilhação.Sam sempre foi daqueles caras que só gostam de ficar tirando uma com a cara dos outros e não enfrenta as consequências.

-Você mereceu cara,ano passado naquela pegadinha do palhaço você me assustou pra cacete!-Tom afirma com um toque de intimidade.

-Hehe,admita que foi engraçado...-Fala Sam tentando abaixar a pressão de culpa desse caso.

Os dois começam a rir,até que Tom ouve um barulho de vidro quebrando e se assusta cessando as risadas,preocupado,vai verificar se foi uma das janelas do deposito...

-Maluco idiota,parece que eu só tenho azar nessa vida...-Implica Jane andando na rua contraria do cemitério para a sua casa.

Choramingando um pouco,chega em casa e abre um pote de sorvete,entrando instantaneamente em depressão por conseguir terminar um relacionamento tão estupidamente,e por TER um namorado tão estúpido...

Jane sempre foi muito certinha e por isso sempre teve que fazer muitos sacrifícios para isso.Sam já é seu terceiro namorado em um ano...

Gary obviamente foi direto ao balcão pedir uma Vodka.Porém todos os atendentes estavam se divertindo com os outros clientes e ninguém estava atendendo.Gary então,viu a porta do depósito aberta e sem hesitação entrou rapidamente.Bem ao lado das caixas de Whiskey havia o seu eterno vicio.Porém,lá estava cheio de vidro quebrado no chão,e um liquido escuro o chão.

-Algum vagabundo veio xeretar aqui e deixou os Whiskey cair,que idiota!-Pensou ele com sua mente limitada sem perceber que o liquido era vermelho escuro.

Ele se aproximou do vidro e viu uma coisa que deveria ter visto,Sam e Tom estavam mortos!Em seu peito estava cravado um enorme sorriso...

Gary tentou correr e chamar ajuda,mas percebeu que alguém trancou a porta.

-Eu ainda amava ele...mesmo que todo mundo achasse e falasse que ele era um lixo...eu vou vinga-lo.-Uma voz desconhecida fala calmamente e parecia que sua voz estava sendo abafada por uma espécie de mascara.

Gary quebra uma das garrafas de Whiskey para se defender de quem estivesse lá...

-Gary?Você era um daqueles que mais zombava dele.Você e todos que fizeram ele se sentir um merda vão sofrer até a morte.-Fala uma garota com uma cabeça de Anúbis.

A primeira reação de Gary foi rir loucamente,mas seus sorrisos acabaram quando ela começou a ataca-lo com a lança que levava consigo.

Uma batalha pela vida e morte começara la.Em segundos,a garota enfiou a lança no meio do coração de Gary e o retirou rapidamente.

-V-você vai queimar n-no inferno j-junto c-comigo!

Gary agora com segundos de vida quebra com toda sua força uma parte do capacete de Anúbis e cai instantaneamente sem forças.


-M-maldita...S-s-a-a-r-r...-Gary morre na hora.

Sem falar nada,a garota abre a camisa de Gary e deixa cravado um grande sorriso...

Gwen volta mais apressada a festa,chegando finalmente lá,percebeu que não havia ninguém lá,só um pouco de sangue no chão.

Então,ela entra no carro e espera calmamente a vinda dos idiotas.

-Se eles não vierem,daqui a 15 minutos eu vou embora com o carro.-Pensou ela aflita e um pouco preocupada por não haver ninguém lá dentro.

De repente,uma enorme pedra estilhaça o vidro traseiro do carro.

-Mas que porr...?!?!-Antes de falar qualquer coisa,ela percebe alguém com uma máscara de Anúbis e uma lança atrás do carro pelo retrovisor.

Ela tenta ligar o carro na hora,porém alguém destrancou a porta pela janela quebrada e sentou no banco traseiro do carro.

Pela primeira vez,Gwen estava com tanto medo que não queria nem olhar para trás para ver quem era.

-Sabe,você é a que mais me irrita.Você é a que mais zombou dele e de mim por tentar pelo menos se “esforçar” um pouco mais que os outros na vida.Adeus a você e essa sua mente suja e sombria.

-HIPOCRITA!-Grita Gwen e pega o extintor de incêndio debaixo do porta-luvas,e usa-o na mascarada.

Sem  hesitar e sem ver nada,Anúbis enfia a lança atravessando o banco de Gwen e o seu coração,sendo um golpe critico.

Anúbis retira a lança e se joga do carro cheio de fumaça agora ela retira Gwen dele e entra no lugar do motorista.

Crava uma sorriso em seu peito e a guarda em seu porta-malas,enquanto a fumaça não sai,ela vai pegar os outros corpos...

Jane estava pensando em suicídio e de como sua vida era uma merda,então ela escolheu a maneira mais indigna possível,ser queimada viva sem nenhum vestígio de sua vida.

Com a gasolina na mão e o isqueiro na outra ela ia se preparar para se queimar no porão de sua casa,quando alguém estaciona um carro em frente a sua casa.

Ela abre a porta e encontra uma menina mascarada de Anúbis.

-Ninguém é perfeito e descobri isso hoje.Você o esnobava e tirava sarro por ser mais rica que ele.Eu perdi tudo,por causa de vocês.Eu odeio tudo,eu odeio vocês e todo mundo,você deve morrer.

Com um rosto sem expressão e depressivo,Jane joga gasolina onde estavam pisando e joga um fósforo.

-Se for para morrer,você vai comigo,demônio.

-Vagabunda!O que esta fazendo?

O fogo se espalha para a grama do seu imenso quintal e para a casa inteira.

-Acho que estou no inferno...-Falou Jane agora chorando com uma expressão de que algo foi feito.

Anúbis pega o carro e vai embora dessa enorme casa isolada na floresta,direto para um museu fechado na cidade próxima.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

5 múmias foram encontradas penduradas no teto do museu regional,cada uma com um rosto feliz cravado em sua barriga.

Detetive:Mas policial,como vocês não perceberam um vândalo fazendo um barulho imenso desse quebrando vidros?

Policial:Bem,nós estávamos seguindo um incêndio que aconteceu em uma casa de madeira perto da floresta.Por sorte,os bombeiros chegaram antes que  o incêndio entrasse na floresta densa.

Detetive:Mas e sobre esse assassino que anda as ruas da cidade?Testemunhas o viram em um carro com uma máscara de Anúbis.O que farão com ele?

Policial:Anúbis?Esses assassinos estam cada vez mais criativos hoje em dia.Primeiramente,todos se acalmem por favor,nós vamos encontra-lo e caça-lo até que o encontremos.Não entrem em pânico.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Anúbis no caminho de casa,achou um grupo de adolescentes zombando um garoto de "gordo"...

Ela os matou lentamente,um por um com muito prazer...

Anúbis achou outro grupo de adolescentes...

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória