FANDOM


Olá, meu nome é Guilherme, sou um revendedor de casas, eu as visito e se valerem a pena eu as revendo e ganho parte do lucro, preciso contar o que vi pois tenho medo de ficar louco.  

Tudo começou quando eu recebi uma ligação aparentemente normal falando sobre um prédio, sim um prédio inteiro para se morar, marquei uma visita no dia 13, era quarta-feira, estava chovendo muito, tanto que mesmo com aquele guarda chuva velhaco que eu tenho eu me molhei, finalmente cheguei no prédio e um homem alto usando um terno branco, uma cartola branca estava encostado na porta, uma porta velha com uns arranhões e um pedaço de vidro quebrado, aquele homem parecia que tinha andado pela chuva sem se molhar, na hora não me pareceu estranho, apesar que não havia um carro a vista, ele se virou para mim e disse:
4231b92855a3d45e29ae4e9a2c348531.jpg

-"Eu pensei que o senhor não vinha."

-"Eu demorei por causa da chuva."

Ele se aprontou, pegou uma chave no bolso a abriu a porta, a primeira vista o prédio era incrível apesar de precisar de uma reforma, tinha cerca de 4 andares, eu pensei em vender ele para apenas uma pessoa, afinal quem fosse rico não resistiria a esse prédio enorme, quando aquele homem...  ele... sumiu.

Apos abrir a porta parece que ele sumiu, então decidi explorar o prédio sozinho, no primeiro andar parecia ter um antigo playground de crianças, achei incrível ver tantos brinquedos de crianças, até ouvir um brinquedo caindo no chão, um pequeno leão de madeira.

Continuei minha "exploração", no segundo andar havia materiais de fotografia, peguei uma antiga câmera, que após tirar a foto ela saia por baixo da câmera, precisava fotografar algo, porque quando verifiquei meu celular ele estava descarregado, estranho isso acontecer porque eu carreguei ele antes de sair, ele não queria responder, ficava uma tela branca então fiquei com a câmera e segui em frente.

No terceiro andar percebi que estava quase em branco, havia um grande espelho voltado para uma cadeira, uma lareira atras da cadeira, me sentei na cadeira, até o momento que senti uma mão no meu ombro, pulei da cadeira quase que instantaneamente, derrubei a cadeira e notei que o espelho mostrava a cadeira em pé ainda, quando ouvi um grito agudo como alguém gritando, e no espelho... no espelho estava escrito em sangue NUNCA VÁ AO 5 ANDAR com uma mão no final do espelho.

Mesmo com isso acontecendo eu precisava ver o que mais existia nesse prédio, no 4° andar havia apenas, eu e uma lareira acessa, quando notei que na lateral, no canto do andar havia uma grande janela, e aquele homem estava ali sentado, corri para contar a ele o que vi, mais quando o toquei, minha mão o atravessou, ele riu e debochou algo que não entendi, e assim ele desapareceu, no canto contrário a janela, havia uma grande cortina.

Minha curiosidade estava uma merda, mas eu queria saber o que havia ali, quando puxei a cortina, tinha algo de estranho naquela porta, ela era totalmente negra, com uma maçaneta

Predio.jpg
dourada, ao abrir apenas vi ele ali de pé, uma figura me observando, eu corri, quando cheguei na porta do 4° andar, olhei pelo corrimão e vi várias crianças nos andares, pelas beiradas, todas olhando para mim, foi quando senti um empurrão, fui do 4° andar ao 1° em segundos, quando cai...


Eu acordei em minha cama, era quarta-feira dia 13, e me ligaram para marcar uma visita, queriam que eu visse um prédio.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória