FANDOM


"Vamos, irá perder seu ônibus" - ouvi mamãe me alertando do outro lado da porta. Megan é seu nome, mas ela gosta de ser chamada de Megg, nunca de mãe. Sinceramente, não entendo o motivo, não entendo...ainda...

***

São 7 horas, estou em aula - matemática - minha matéria favorita. Seus ensinamentos são iguais em todos os países, por isso gosto tanto, não há dificuldade, apenas prática, e além disso, não se modifica, é sempre igual, passa-se anos e anos, e é sempre a mesma coisa.

Cheguei em casa. Mamãe... quer dizer... Megg havia preparado o almoço. Ela sempre foi uma boa mãe, mas sempre muito distante. Ela afirma que há coisas das quais me poupa, para meu próprio bem. Diz que eu sou um bom filho, que não devo mudar.

Olhando para um porta-retrato antigo, percebo que algo me incomodou. Bom, na foto estamos minha mãe e eu. Meu pai? Eu não tenho um, eu acho. O que me incomodou de fato é que Megg nunca falou sobre ele. Perguntei à ela uma vez, se ela o conhecia, e obtive a seguinte resposta: "todos conhecem, mas não conhecem". Ela estava distraída quando pronunciou estas palavras, e quando percebeu, apenas fez que "não" com a cabeça. Como eu disse, Megg é um tanto distante.

Depois do almoço, subo as escadas até o meu quarto, sento em minha cadeira... a foto ainda me incomoda. É uma bela foto, mas extremamente vaga... Creio que no fundo, eu apenas sinto falta de uma figura paterna. E agora, com 13 anos, sinto ainda mais, e por este motivo a foto me incomoda tanto agora, ela é a perfeita representação de meus sentimentos atuais, a falta de um pai, ou dos dois. Megg é uma boa mãe, e sempre muito distante.

***

São 7 horas, estou em aula - história - minha matéria preterida. A história por si só, deveria poder ser mudada.

***

Cheguei em casa, fui direto para o quarto, joguei a minha bolsa aberta em cima da cama, deixando cair um diário que encontrei hoje. Eu estava na aula de história, quando, vagando na doce distração que só uma aula como aquela poderia proporcionar, olhei pela janela. No pátio, no térreo, eu vi a figura de um homem de relance, mas quando olhei novamente ele não estava mais lá. "Droga, a foto esta me afetando mais do que deveria" - eu pensei, deixando a mente vagar. Nunca fui um garoto distraído, ou melancólico, Megg se orgulhava disso, mas ultimamente tenho tido umas sensações estranhas, desconfortáveis de controlar.

Bom, eu não abri o diário. Tenho convicção de que pertence a alguém, e que um diário é algo extremamente pessoal. Não é?!

***

Era quase 2 horas, e eu não conseguia dormir. Megg havia se comportado de forma estranha depois que eu voltei da escola: ela entrou no meu quarto, me chamando para almoçar, porém, ao ver o diário jogado em minha cama, seu rosto ficou pálido. Megg me perguntou quem o havia me dado. Ela repetia diversas vezes: "vamos Ícaro, me diga, quem te deu isto? por favor me diga" - ela implorava. O mais estranho aconteceu depois: Megg estava ao telefone, com seu namorado, e dizia: "... ele achou ele. Não quero me mudar de novo, Troy. Precisa me ajudar. Como ele pode saber?". Depois do telefonema Megg foi até meu quarto, tomando o diário para si.

Nunca fui um garoto problemático, mas por alguma razão, antes de ir dormir, Megg trancou a janela e porta do meu quarto. Disse que poderia ser perigoso esse novo bairro para o qual nos mudamos a pouco tempo. Logo, a unica companhia que eu tinha era meu notebook.

Quase 4 horas, acordei no meio da noite assustado, estava tendo a mesma sensação de antes, porém mais intensa. Meu celular não parava de notificar um novo e-mail: "volte a dormir..." - era o que estava escrito no e-mail, escrito pelo usuário "L. W.". Engraçado, se não estou enganado, são as mesmas iniciais que estavam ao final da contra capa do diário.

Continua.

Creepy escrita por Eny Yasugi

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória